Manifestação de Interesse para Agente da Cooperação

Manifestação de Interesse – Contratação de um Formador de Língua Portuguesa para o Projeto Consultório da Língua para Jornalistas em Timor-Leste.

 

Projeto

Consultório da Língua para Jornalistas

País

Timor-Leste

Cargo

Formador de Língua Portuguesa

Vínculo

Contrato de cooperação, ao abrigo da Lei n.º 13/2004, de 14 de abril

Prazo de candidaturas

Até 04.07.2018

   

DESCRIÇÃO GERAL

O “Consultório da Língua para Jornalistas”, que resulta de uma parceria entre o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e a Secretaria de Estado do Conselho de Ministros e da Comunicação Social de Timor-Leste, atua no período de setembro de 2016 a dezembro de 2019 e pretende dar continuidade à iniciativa lançada no quadro do Programa de Apoio à Governação Democrática (2012-2015), no âmbito do apoio à formação em língua portuguesa aos profissionais da comunicação social de Timor-Leste e de acordo com a estratégia nacional para o setor.

O Projeto visa capacitar os profissionais de comunicação social timorense para a transmissão de informação fidedigna ao público em língua portuguesa, contribuindo assim para o aumento da literacia mediática económico-financeira e jurídica e para o fomento do conhecimento geral da população. Os objetivos específicos são: Promover o uso da língua portuguesa por parte de profissionais de comunicação social timorenses; Reduzir o número de profissionais de comunicação social com um domínio insuficiente da língua portuguesa; Promover a transmissão de informação fidedigna pelos profissionais de comunicação social.

Pela presente Manifestação de Interesse, o Camões, I.P. pretende recrutar um formador de Língua Portuguesa para reforço da equipa do projeto.

COMPETÊNCIAS

Ao/À formador/a compete:

  • Prestar apoio linguístico às redações de diferentes órgãos de comunicação social e entidades governamentais timorenses beneficiários do Projeto;
  • Realizar a revisão linguística diária dos conteúdos em língua portuguesa produzidos por jornalistas de diferentes órgãos de comunicação social, assessores de imprensa ou tradutores do Governo beneficiários do Projeto;
  • Apoiar a formação em língua portuguesa no contexto de trabalho dos profissionais de comunicação social timorenses abrangidos pelo Projeto;
  • Proceder ao levantamento das áreas críticas e à produção de um repositório de recursos para aperfeiçoamento do domínio da língua portuguesa entre os profissionais de comunicação social timorenses;
  • Realizar ações de formação para aperfeiçoamento do domínio da língua portuguesa nas redações e entidades governamentais timorenses abrangidos pelo Projeto;
  • Promover o uso da língua portuguesa e do rigor linguístico nos órgãos de comunicação social e entidades governamentais timorenses.

PERFIL

Requisitos Obrigatórios:

A. Habilitações e competências:

  • Licenciatura (Pré-Bolonha) em área que contemple a Língua Portuguesa ou Mestrado na área do Português Língua Não Materna;
  • Bom domínio da língua tétum, especialmente a nível escrito.

B. Experiência profissional:

  • Experiência profissional mínima de cinco anos na formação de adultos em Português Língua Segunda.

Requisitos Preferenciais:

  • Experiência na revisão linguística de conteúdos produzidos na comunicação social ;
  • Experiência profissional em contexto de ensino de português para fins específicos;
  • Capacidade de transferir conhecimentos, respeitando o trabalho desenvolvido pelos beneficiários;
  • Grande facilidade de adaptação a contextos de vida e de trabalho muito exigentes;
  • Capacidade para trabalhar em contexto de países em desenvolvimento;
  • Capacidade de organização, definição de prioridades, gestão do tempo e autonomia;
  • Carta de condução.

LOCAL DE TRABALHO: Escritório do Consultório da Língua para Jornalistas e diferentes órgãos da comunicação social e entidades governamentais abrangidos pelo projeto, em Díli, Timor-Leste.

MÉTODOS DE SELEÇÃO: Avaliação curricular e entrevista profissional.

Cada um dos métodos de seleção é eliminatório, sendo excluído do procedimento o candidato que tenha obtido uma valoração inferior a 10 valores num dos métodos.

CANDIDATURAS:

As candidaturas devem ser formalizadas, exclusivamente, por correio eletrónico, mediante o envio de carta de motivação dirigida ao júri do procedimento de seleção, acompanhada de currículo profissional detalhado e atualizado, para os seguintes endereços:

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

O júri poderá solicitar aos candidatos a apresentação posterior de documentos comprovativos de factos por eles referidos no currículo que possam relevar para efeitos de avaliação curricular e/ou celebração do contrato.

JÚRI:

Presidente – Cristina Bandeira (DAB)

1.º Vogal efetivo – Rui Vaz (DSLC)

2.º Vogal efetivo – Fátima Marques (Formadora CLJ)

1.º Vogal suplente – Carolina Estróia (DAB)

2.º Vogal suplente – Ana Rita Ferreira (DAB)

INFORMAÇÕES FINAIS:

Em função da urgência do procedimento, todas as notificações efetuadas aos candidatos, no âmbito do presente procedimento, serão exclusivamente via correio eletrónico, para o endereço que cada candidato indique na sua candidatura.

Para os efeitos do disposto no artigo 112.º, n.º 2, alínea b), do Código do Procedimento Administrativo, presume-se que, disponibilizando um endereço eletrónico de contacto, o candidato dá o seu consentimento para que as notificações sejam feitas apenas por esta via.

Em cumprimento da alínea h) do artigo 9.º da Constituição, a Administração Pública, enquanto entidade empregadora, promove ativamente uma política de igualdade de oportunidades entre homens e mulheres no acesso ao emprego e na progressão profissional, providenciando escrupulosamente no sentido de evitar toda e qualquer forma de discriminação.

 

Em, 20 de junho de 2018

O Presidente do Conselho Diretivo, Luís Faro Ramos.

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.