Hungria

Atividades desenvolvidas pela Rede Camões na Hungria.

 

2016

 

Cinema e Multimédia

 

SZEGED | 11-03-2016

Filme “Terra de Ninguém” no ciclo Cinema Paradiso

Realizou-se em março de 2016 mais uma edição do ciclo Cinema Paradiso, na cidade húngara de Szeged.

Organizado pelos Leitorados de Português, Espanhol, Italiano, Basco e Catalão da universidade daquela cidade do sul da Hungria, esta mostra pretende dar a conhecer ao público as produções cinematográficas recentes nestes cinco idiomas.

A língua portuguesa estará representada no dia 11 de março pelo documentário Terra de Ninguém, de Salomé Lamas.

O documentário português será apresentado em húngaro pela investigadora Hajnal Király.

Apoio: Camões, I.P.

BUDAPESTE | Cinema Kino Café | 27-10-2016 — 30-10-2016

Mostra de Cinema Português

O Centro de Língua Portuguesa - Camões em Budapeste, em colaboração com o Cinema Kino Café, organizou mais uma edição da Mostra do Cinema Português.

Depois de em 2015 ter sido dado destaque ao género documental, numa mostra de documentários portugueses organizada em colaboração com a sala DocuArt, o ciclo regressou em 2016 à ficção, para oferecer ao público de Budapeste um programa em que cineastas contemporâneos coabitam com outros realizadores, recentemente desaparecidos.

Este ano foram prestados tributos aos recentemente falecidos cineastas portugueses Manoel de Oliveira e José Fonseca e Costa, com a exibição dos filmes O Estranho Caso de Angélica e Axilas, respetivamente. Do programa da mostra constam ainda os filmes John From, de João Nicolau, e Sangue do Meu Sangue, de João Canijo.

Organização: Centro de Língua Portuguesa - Camões em Budapeste e Cinema Kino Café

Língua

SZEGED | 17-03-2016

Dia da Língua Portuguesa

Estudantes e professores do curso de Português da Universidade de Szeged organizaram uma tarde dedicada à língua portuguesa, na biblioteca central da universidade, como forma de promover o português junto da comunidade académica e do público em geral.

Foi disponibilzada a exposição "O Potencial Económico da Língua Portuguesa”, e foram disponibilizadas lições gratuitas de português, dadas pelos professores João Miguel Henriques e Eszter Andorka.

A professora Eszter Andorka fez, ainda, uma apresentação sobre as tradições académicas de Coimbra e foram apresentados testemunhos de estudantes do ensino secundário sobre uma viagem realizada a Portugal.

Apoio: Camões, I.P.

BUDAPESTE | 23-09-2016

Cocktail Bar das Línguas Europeias

Os institutos culturais com representação em Budapeste (EUNIC – Hungria) juntaram-se mais uma vez para assinalar o Dia Europeu das Línguas e assim celebrar a diversidade linguística e cultural na Europa.

A edição de 2016 do Cocktail Bar das Línguas Europeias teve lugar no Instituto de Cultura Italiana e a língua portuguesa esteve representada através do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e do seu Centro de Língua Portuguesa em Budapeste.

Além do contacto com os vários institutos culturais, os visitantes tiveram também a oportunidade de assistir a pequenas lições dos vários idiomas participantes e de se habilitar a diversos prémios oferecidos pelas instituições representadas.

Apoio: Camões, I.P.

Literatura

BUDAPESTE | 31-03-2016

António Lobo Antunes representado no Literature Night 2016

António Lobo Antunes esteve representado através de uma das suas obras no Literature Night 2016 (Noite da Literatura), que se realizou em Budapeste.

Portugal esteve representado no evento pela prosa de António Lobo Antunes, com um excerto do seu romance "As Naus", publicado em húngaro pela editora Európa e com tradução de Pál Ferenc. O texto foi lido pelo ator Ern Fekete e teve lugar na intimidade de um quarto do Hotel Gerlóczy.

Vários estabelecimentos do Bairro V de Budapeste abriram as suas portas para leituras públicas em húngaro de obras de autores dos vinte e dois países participantes. Esta Noite da Literatura incluiu ainda encenações, especialmente concebidas por atores do Teatro Kátona Jószéf, que colabora na realização do evento.

Organização: EUNIC - Hungria

Apoio: Camões, I.P.

BUDAPESTE | 26-09-2016

Luís Quintais na Entrega dos Prémios de Tradução

Terminado o prazo de candidatura ao concurso de tradução organizado pela Biblioteca Nacional das Línguas Estrangeiras (OIK), com o apoio e colaboração do Centro de Língua Portuguesa - Camões em Budapeste, o poeta Luís Quintais deslocou-se em setembro à capital húngara para dois dias de eventos e intervenções públicas e sobretudo esteve na OIK para a sessão solene de entrega dos prémios às melhores traduções húngaras do seu poema "Azagaia, árvore, sombra", escolhidas por um júri especializado de entre 35 candidaturas. Foi feita a apresentação de um volume em língua húngara, dedicado ao autor, no qual constam os melhores trabalhos apresentados a concurso.

Organização: Biblioteca Nacional das Línguas Estrangeiras (OIK)

Apoio: Centro de Língua Portuguesa - Camões em Budapeste

 

2015

 

Cinema e Multimédia

BUDAPESTE | 14-10-2015 — 21-10-2015

Ciclo de Cinema Documental Português

O Centro de Língua Portuguesa - Camões em Budapeste, em associação com a Apordoc (Associação pelo Documentário) e a DocuArt Filmmüvészeti Központ, organizaram uma mostra de cinema documental português.

O programa era composto por quatro documentários de longa duração e uma curta-metragem, ficando a abertura a cargo do filme "48", da realizadora Susana de Sousa Dias, que seria apresentado pela investigadora Hajnal Király. 

O público de Budapeste teve igualmente oportunidade de ver as obras “Ruínas” (Manuel Mozos, 2009), “Redemption” (Miguel Gomes, 2013) e “Terra de Ninguém” (Salomé Lamas, 2012). O filme de Joaquim Pinto “E Agora? Lembra-me” (2013) encerrou o ciclo.

Organização: Centro de Língua Portuguesa - Camões em Budapeste

Interdisciplinar

BUDAPESTE | 25-02-2015 — 25-03-2015

Pelos Caminhos de Portugal – História, Cultura e Sabores

O Centro de Língua Portuguesa/Camões, I.P. em Budapeste organizou o evento “Pelos Caminhos de Portugal - História, Cultura e Sabores”, um conjunto de cinco sessões dedicadas à cultura portuguesa, numa parceria com o Departamento de Português da Universidade Eötvös Loránd (ELTE) e o AICEP.

Cada sessão foi dedicada a uma cidade ou região de Portugal e contou com a presença de convidados que guiaram os participantes numa viagem pela história, cultura e literatura portuguesas, como forma de dar a conhecer Portugal à comunidade académica da ELTE e ao público em geral.

Organização: Centro de Língua Portuguesa - Camões em Budapeste
Apoio: Camões, I.P.

BUDAPESTE | 01-12-2015

Centenário do Modernismo Português em sessão comemorativa

O Centro de Língua Portuguesa - Camões em Budapeste, em colaboração com o Departamento de Estudos Portugueses da Universidade Eötvös Loránd (ELTE) e a Casa Fernando Pessoa em Lisboa, organizou uma sessão comemorativa do centenário da revista Orpheu.

A ocasião foi igualmente aproveitada para assinalar os 80 anos do falecimento de Fernando Pessoa, figura incontornável do modernismo em Portugal, tendo sido apresentada a exposição gráfica “Nós, os de Orpheu” por parte do investigador António Cardiello, que se deslocou a Budapeste a convite da Casa Fernando Pessoa.

O evento contou, ainda, com uma série de leituras e intervenções e, após uma palestra do Prof. Ferenc Pál sobre Fernando Pessoa e a geração de Orpheu, os poetas húngaros Endre Kukorelly e Árpád Mohácsi deram o seu testemunho enquanto leitores e tradutores de Pessoa.

No final da sessão, a atriz Judit Rádler leu traduções húngaras de poemas de Pessoa, Sá-Carneiro, Almada Negreiros e Ângelo de Lima.

Organização: Centro de Língua Portuguesa - Camões, Universidade Eötvös Loránd (ELTE) e Casa Fernando Pessoa

Língua

BUDAPESTE | 05-05-2015 — 06-05-2015

Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP

O Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP foi celebrado em Budapeste pela 5ª vez, com conferências, debates e programas culturais. Este acontecimento anual, iniciado em 2011, constitui a principal manifestação e promoção da língua portuguesa no espaço da Universidade ELTE, cujo Departamento de Português acolhe o Centro de Língua Portuguesa.

Este ano, a participação da Embaixada de Portugal e do CLP de Budapeste teve como ponto principal a Peregrinação de Fernão Mendes Pinto, obra cuja primeira edição celebrou recentemente o seu 400º aniversário e que mereceu tradução para húngaro. Falaram desta obra os professores István Rákoczi (ELTE Budapeste), Luís Carlos Amaral (Universidade do Porto) e Jorge Santos Alves (Universidade Católica Portuguesa), bem como a mestranda do Departamento de Português Réka Dorcsák.

Organização: Centro de Língua Portuguesa - Camões em Budapeste e as Embaixadas de Portugal, do Brasil e de Angola em Budapeste
Apoio: Camões, I.P.
Literatura

BUDAPESTE | 23-04-2015 — 26-04-2015

Participação portuguesa no Festival Internacional do Livro

Decorreu a 22ª edição do Festival Internacional do Livro de Budapeste, na qual, à semelhança do que tem vindo a suceder em edições anteriores, também Portugal e a língua portuguesa estiveram devidamente representados com a presença de dois escritores, Afonso Cruz e Bruno Vieira Amaral.

Afonso Cruz (1971) esteve em Budapeste para apresentar a edição húngara do seu romance A Boneca de Kokoschka (Typotex, tradução de Mónika Bense), com o qual foi distinguido com o Prémio da União Europeia de Literatura.

Bruno Vieira Amaral (1978) integrou a programação do Festival do Primeiro Romance, que reuniu escritores de vários países europeus, cujo romance de estreia se destacou de alguma forma nos seus países de origem. Aclamado pela crítica e largamente premiado em Portugal, o seu romance de estreia As Primeiras Coisas (Quetzal) esteve no centro das atenções.

Organização: Centro de Língua Portuguesa - Camões em Budapeste e Embaixada de Portugal
Apoio: Camões, I.P.

BUDAPESTE | 31-12-2015

Concurso de Tradução “Prémio Ervin Székely 2015”

Foi alargado até ao dia 31 de dezembro de 2015 o prazo de entrega das traduções concorrentes ao "Prémio Ervin Székely 2015", organizado pelo Centro de Língua Portuguesa em Budapeste - Camões e o Departamento de Português da Faculdade de Letras da ELTE de Budapeste.

Este concurso de tradução pretende homenagear o ilustre tradutor literário, e antigo colaborador do Camões, I.P., bem como de estimular a tradução de literatura de língua portuguesa para o idioma húngaro.

Em 2015, a organização do Concurso lançou aos participantes o desafio de traduzirem para húngaro o texto de Herberto Helder “Doenças de Pele” (in Os Passos em Volta, 1963), num tributo ao escritor português falecido este ano.

Organização: Centro de Língua Portuguesa - Camões e Universidade Eötvös Loránd (ELTE)

 

2014

 

Artes Performativas

BUDAPESTE | Centro de Artes Bakelit | 02-12-2014

Espetáculo inspirado na obra de Paula Rego

“A Almofada da Paula”, um espetáculo de dança e teatro inspirado na obra da pintora portuguesa Paula Rego, foi exibido no Centro de Artes Bakelit, em Budapeste.

A banda sonora do espetáculo incluiu cinco temas do grupo musical Dead Combo, e outros cinco temas originais do grupo Um Corpo Estranho, compostos prepositadamente para “A Almofada da Paula”.

Apoio: Camões, I.P.
Literatura

BUDAPESTE | 31-10-2014

Lançamento de tradução de obra de Gonçalo M. Tavares

A tradução do romance “Aprender a Rezar na Era da Técnica”, de Gonçalo M. Tavares, foi lançada na Hungria, no Kossuth Klub, em Budapeste.

A obra de Gonçalo M. Tavares - que será publicada na Hungria com o nome de Tanuljunk meg imádkozni a technika korában, na tradução de Mónika Bense - tem a chancela da Editora L'Harmattan, que organizará o evento em conjunto com o Centro de Língua Portuguesa de Budapeste.

Organização: Editora L'Harmattan e Centro de Língua Portuguesa - Camões em Budapeste
Apoio: Camões, I.P.

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.