Portugal e os Pós-Colonialismos: Conceitos, Contextos e Vozes

O Camões, I.P. está a lançar a 4.ª edição do curso de especialização pós-graduado "Portugal e os Pós-Colonialismos: conceitos, contextos e vozes" em regime de formação a distância.

Com coordenação do Professor Doutor Roberto Vecchi, do Dipartimento di Lingue e Letterature Straniere Moderne da Università degli Studi di Bologna e diretor da Cátedra Eduardo Lourenço da mesma universidade, e da Professora Doutora Margarida Calafate Ribeiro, investigadora no Centro de Estudos Sociais, da Universidade de Coimbra e responsável pela cátedra IC/Eduardo Lourenço na Universidade de Bolonha.

Este curso destina-se a alunos falantes de português e tem como objetivo geral dar a conhecer e refletir num plano avançado sobre a duração histórica, social, política e epistémica dos espaços de língua portuguesa, a partir da análise das relações coloniais que antiga e violentamente os uniram e fragmentaram. Daí que o estudo não seja feito apenas a partir das terras, mas também da circulação marítima que os fundaram criando identidades e diferenças. A análise destes espaços hoje como um conjunto plural e diversificado de espaços pós-coloniais de língua portuguesa é também um dos objetivos deste curso e realizar-se-á não apenas a partir da análise das relações políticas, sociais, históricas e culturais que os animam, mas também das relações geradas a um nível local, regional e global.

O curso, realizado pela Cátedra Eduardo Lourenço, Universidade de Bolonha e pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, e creditado pela Universidade de Bolonha, está dividido em três grandes partes: as duas primeiras compõem a proposta de Textos e Contextos em análise, cujo suporte é dado pelos próprios textos – literários e outras narrativas, musicais e fílmicos – e por um conjunto de centenas imagens apresentadas em powerpoint para cada módulo temático; a terceira parte é dedicada aos Conceitos que estruturam o curso. Esta parte é composta por pequenas aulas ministradas por alguns grandes nomes de especialistas das áreas nos vários contextos de língua portuguesa. Tematicamente, o curso está dividido em oito unidades. Trata-se de um curso avançado que amplia, desenvolve e acentua a especialização em estudos pós-coloniais lançada no curso semestral em Estudos Pós-coloniais-Atlântico Sul ministrado através da mesma plataforma ao longo de seis edições.

I – Objetivos

  1. Analisar as dinâmicas de viagem, aportagem, ocupação, colonização, império, resistência e libertação nos espaços de língua portuguesa;
  2. Definir o espaço de trânsito como um espaço híbrido de gestação e de construção histórica, política e cultural plural;
  3. Analisar os processos e os espaços de pós-colonialismos de língua portuguesa;
  4. Refletir e traçar domínios de pesquisa suscetíveis de seleção e tratamento científico.

II - Conteúdos programáticos

  • Módulo 1 - Nação e Império
  • Módulo 2 - As narrativas fundadoras do encontro
  • Módulo 3 - Fundação do Atlântico Sul: escravatura, trocas e comércio
  • Módulo 4 - Modernidade, escravatura e independência no Atlântico Sul
  • Módulo 5 - Modernidade, colonialismo e violência
  • Módulo 6 - Ditaduras, Império, Lusotropicalismos
  • Módulo 7 - História, Memória e Pós-Colonialidades
  • Módulo 8 - Patrimónios Comuns – outros legados, outras escritas e reescritas

III - Público-alvo

O curso destina-se a um público licenciado falante da língua portuguesa extremamente vasto e heterogéneo na sua formação. Recomenda-se um conhecimento de base prévio dos tópicos a serem tratados.

A seleção dos formandos é da responsabilidade do Camões, I.P. não sendo suscetível de reapreciação.

IV - Duração do curso

O curso terá uma duração de sete meses (equivalente a dois semestres), prevendo-se um total de acerca de 500 horas de trabalho por parte dos formandos.

Este trabalho inclui atividade:

  1. autónoma, para leitura de textos e reflexão sobre as matérias neles versadas;
  2. com apoio a distância através de tutoria individualizada e de grupo;
  3. com participação assíncrona em fóruns de discussão e
  4. de elaboração de 3 trabalhos escritos curtos e uma monografia final.

V - Número de formandos por turma

O número máximo de formandos por turma será de vinte, prevendo além disso uma cota supranumerária de 4 vagas reservadas a alunos da Universidade de Bolonha.

VI - Creditação e avaliação final

O curso, realizado pela Cátedra Eduardo Lourenço, Universidade de Bolonha e pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, é certificado pela Universidade de Bolonha, no âmbito do curso de Laurea Magistrale in Letterature Moderne Comparate e Postcolonaili, integrando as disciplinas de Letteratura Portoghese e Brasiliana / Storia della Cultura Portoghese.

De acordo com o processo de normalização de atribuição de créditos por parte de instituições europeias de ensino superior, conhecido por ECTS (European Credit Transfer and Accumulation System), serão atribuídos 15 créditos (ECTS) aos formandos que frequentarem com sucesso este curso de formação a distância.

A atribuição destes créditos pressupõe a seguinte carga horária:

  • Leitura autónoma de materiais – 190 horas
  • Trabalho individual, implicando reflexão sobre as matérias versadas nos diferentes módulos - 115 horas
  • Participação em atividades de tutoria –120 horas
  • Participação em atividades de avaliação (trabalhos e monografia) - 75 horas

VII - Processo de avaliação

A avaliação dos formandos será feita com base em:

  1. Trabalhos por módulos a determinar num total de quatro;
  2. Participação nas tutorias;
  3. Monografia final, que implicará a aquisição de conhecimentos e/ou competências relativos a todos os módulos.

Do diploma final constará não apenas a certificação de frequência como ainda a nota atribuída (escala de A a FX).

Da classificação atribuída não há recurso.

Haverá lugar a avaliação do curso por parte dos formandos e do formador. Para tal, serão concebidos um questionário para o formador e outro para os formandos, que serão preenchidos no final do curso.

VIII - Preço do curso

A frequência do curso implica o pagamento de 500€ (quinhentos euros). Para os professores e licenciandos da Rede de Docência do Camões, I.P. haverá uma redução de 50% sobre este valor.

O pagamento poderá ser feito em 2 momentos, o primeiro no início do curso, o segundo em janeiro, através de transferência bancária. O número da conta para depósito será enviado aos candidatos que forem selecionados. Uma vez efetuado o pagamento, não há lugar a reembolso.

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.