Bolsas de Estudo para Cidadãos Portugueses

Bolsas de estudo para cidadãos portugueses no âmbito de programas de cooperação cultural bilateral entre Portugal e outros países

Bolsas Atribuídas por Governos/Instituições Estrangeiras a Cidadãos Portugueses

Bolsas Atribuídas por Governos/Instituições Estrangeiras a Cidadãos Portugueses
2015/2016


Bolsas de estudo para cidadãos portugueses no âmbito de programas de cooperação cultural bilateral entre Portugal e diversos países

1. Objetivos e características

No âmbito de programas de cooperação bilateral entre Portugal e diversos países está prevista a atribuição de bolsas de estudo a cidadãos portugueses que pretendam prosseguir os seus estudos num desses países.

A divulgação das bolsas a conceder, para cada ano letivo, é efetuada pelo Camões, I.P. junto das Universidades e através da sua página na Internet: www.instituto-camoes.pt, sempre que as Embaixadas dos respetivos países comunicam a atribuição das bolsas a concurso.

O Camões, I.P., quando solicitado, também procede à divulgação de bolsas atribuídas por instituições e/ou países com os quais não estão firmados acordos culturais, mas que promovem programas de bolsas, destinados a cidadãos estrangeiros, nomeadamente portugueses.

Consoante os casos, as bolsas destinam-se à aprendizagem e ao aperfeiçoamento da língua e cultura de cada país e/ou à investigação em diversas áreas do conhecimento (estágio, pós-graduação, mestrado, doutoramento).

As bolsas têm a duração de 1 mês, no caso de se destinarem à frequência de Cursos de Verão, e até um máximo de 9/10 meses, quando se trata de trabalhos de investigação.

O pagamento das mensalidades é da responsabilidade do país que oferece a bolsa.

2. Constituição do processo

2.1. Os formulários e as instruções para a constituição dos processos estão disponíveis, consoante os casos, no Camões, I.P. ou nas Embaixadas dos países que oferecem as bolsas.

2.2. As candidaturas a bolsa de investigação devem, obrigatoriamente, ser acompanhadas dos seguintes documentos originais ou devidamente autenticados:

  • Formulário próprio, com fotografia, devidamente preenchido;
  • Certificado de habilitações;
  • Certificado de competência linguística, de acordo com a indicação de cada país;
  • Plano de trabalho devidamente estruturado (no caso da bolsa de investigação);
  • Cartas de recomendação de dois professores que acompanham o candidato (no caso do Curso de Verão, só é necessária a apresentação de uma carta);
  • Carta de aceitação da instituição onde irão decorrer os trabalhos de investigação;
  • Atestado médico (sempre que exigido pelas autoridades do país que atribui a bolsa;

2.3. Quando for caso disso, o processo poderá ser completado com documentação exigida pelas normas de candidatura definidas por cada país.

3. Os candidatos serão informados sobre o resultado das candidaturas à medida que as autoridades dos países, que concedem as bolsas, transmitam as suas decisões.


Bolsas em Todas as Áreas

Bolsas de estudo do Governo Chinês 2015-2016

Lista final dos candidatos admitidos às Bolsas de Estudo do Governo Chinês para o ano letivo 2015-2016

 

Bolsas de Excelência da Confederação Suíça para o ano letivo 2016-2017

A Confederação Suíça oferece Bolsas a estudantes de nacionalidade portuguesa, que residam em Portugal ou se encontrem neste momento estudar/residir fora de Portugal. Os estudantes de outras nacionalidades que se encontram a estudar/residir em Portugal não se podem candidatar em Portugal, tendo de o fazer junto da Embaixada da Suíça, no seu país de origem.

As bolsas que poderão ser atribuídas a cidadãos portugueses para o ano letivo 2016-2017 são:

- bolsas para estágios de pesquisa

- bolsas para doutoramento

- bolsas para pós-doutoramento

- bolsas artísticas

O formulário de candidatura deve ser obrigatoriamente preenchido no Application Form, em formato PDF, impresso e posteriormente enviado para o Camões, I.P., que rececionará as candidaturas.

Todas as informações necessárias, estarão acessíveis a partir de 1 de agosto no site: http://www.sbfi.admin.ch/scholarships_FR

Período de candidatura: 4 de agosto a 4 de novembro de 2015

Documentação para os candidatos:

01 - Application guidelines for candidates 2016-2017

02 - Application Form 2016-2017

03 - Research Proposal Form 2016-2017

04 - Letter of Reference Form 2016-2017

05 - Medical Certificate Form 2016-2017

06 - Leaflet Will you be my supervisor 2016-2107

 

Bolsas de Estudo

 

PAÍS

ENTIDADE

PRAZO

BÉLGICA

A Comunidade Francófona da Bélgica oferece 2 bolsas a cidadãos portugueses para o Verão de 2016:

- 1 bolsa para frequência dos cursos lecionados na Université Catholique de Louvain-la-Neuve, destinada a (futuros) professores de francês língua estrangeira (ver ficha de identificação n.º 2)

- 1 bolsa para frequência dos cursos lecionados na Université de Liège, destinada a (futuros) professores de francês língua estrangeira (ver ficha de identificação n.º 4)

 

Para mais informações: 

Universidade Católica de Bruxelas

cedefles@uclouvain.be

 

Universidade de Liège

islvfr@ulg.ac.be

 

WBI

j.everaerdt@wbi.be

 

Documento 1

Documento 2

Documento 3

Documento 4

 

 

As candidaturas deverão ser entregues no Camões, I.P. ao cuidado de Vera Palma até 28 de março de 2016

 

BULGÁRIA

No âmbito do Acordo Cultural entre a República da Bulgária e a Republica Portuguesa, são disponibilizados os formulários para a participação de estudantes e especialistas portugueses nos Seminários anuais de Verão de Língua e Cultura Búlgara, como segue:

1 Vaga para o Seminário de Verão da Universidade de Sófia S. Clemente de Okhrida, que se realizará de 10 a 30 de julho de 2016;

http://slav.uni-sofia.bg/index.php/summer-seminar

1 Vaga para o Seminário de Verão da Universidade Veliko Tarnovo Santos Irmãos Cirilo e Metódico, que se realizará de 18 de julho a 07 de agosto de 2016;

http://www.uni-vt.bg/2

A Parte búlgara responsabiliza-se pelos encargos com a alimentação, alojamento e programa cultural e educativo. As viagens estarão a cargo dos participantes.

A documentação necessária para a apresentação de candidaturas encontra-se disponível nas páginas das instituições supra indicadas.

Formulário Universidade de Sófia

Formulário Veliko Tarnovo

Os candidatos deverão preencher e enviar os formulários para:

Embassy.Lisbon@mfa.bg

Bolsas.lingua@camoes.mne.pt

A data limite de receção dos formulários e outra documentação é 20 de maio de 2016.

ESLOVÁQUIA

A República Eslovaca oferece 2 bolsas de estudo para a participação no 52º Seminário de Língua e Cultura Eslovaca “Studia Academica Slovaca” que decorrerá de 31 de julho até 20 de agosto de 2016 na faculdade de Filosofia da Universidade Comenius, em Bratislava.

Os candidatos interessados deverão constituir processo com os seguintes elementos:

  • Curriculum vitae
  • Carta de motivação
  • 1 fotografia

 

As candidaturas deverão ser remetidas para o endereço eletrónico: bolsas.lingua@camoes.mne.pt até ao dia 31 de março de 2016
ITÁLIA

Informam-se todos os interessados que se encontram disponíveis as versões italiana, portuguesa e inglesa do Regulamento de Bolsas de Estudo atribuídas a cidadãos portugueses para o ano letivo 2016-2017.

Chamamos a atenção que existem algumas diferenças nos textos em italiano e inglês em relação ao texto em português que foi adequado à realidade portuguesa, aconselhando-se portanto os candidatos a orientarem-se pelo texto em português.

Os candidatos portugueses às bolsas de estudo concorrerão conjuntamente no chamado “Pool Europa” de que fazem parte 29 países.

A seleção dos bolseiros é feita diretamente pela DGSP – Direzione Generale Sistema Paese (Direção-Geral Sistema País) do referido Ministério.

Para informações completas os candidatos poderão consultar:

http://www.esteri.it/mae/it/ministero/servizi/stranieri/opportunita/borsestudio_stranieri.html

http://www.esteri.it/mae/it/ministero/laretediplomatica

Regulamento em versão portuguesa

Regulamento em versão italiana

Regulamento em versão inglesa

As candidaturas deverão ser efetuadas on line diretamente pelos candidatos até  à meia-noite (hora italiana) do dia 15 de abril de 2016 preenchendo um formulário interativo, depois de previamente se ter registado no site web do MAECI – Ministero degli Affari Esteri e Cooperazione Internazionale (Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional).

http://www.esteri.it/mae/it/ministero/servizi/stranieri/opportunita/borsestudio_stranier.html

Os candidatos, depois de selecionados, deverão dirigir-se aos nossos serviços, Instituto Italiano de Cultura, Rua do Salitre, 146 – Lisboa, para apresentação da documentação necessária.

Tel: 21 3884172

Email: secretaria.iiclisbona@esteri.it

MÉXICO

Bolsas oferecidas pelo Governo do México no âmbito dos Programas Especiais do Governo do México para Estrangeiros.

A convocatória encontra-se publicitada no seguinte portal www.gob.mx/amexcid/acciones-y-programas/becas-para-extranjeros-30133 e estará disponível até 15 de setembro de 2016.

A candidatura deverá ser realizada eletronicamente através do Sistema de Gestão de Cooperação Académica (SIGCA) em https://sigca.sre.gob.mx/login até às 23h59 do dia 15 de setembro (hora da Cidade do México).

Prazo de candidatura 15 de setembro de 2016

Bolsas de Excelência do Governo do México para Estrangeiros 2017

O Governo do México atribuirá, tal como em anos anteriores, bolsas de excelência para cidadãos estrangeiros. Para informações complementares sugere-se a consulta da página eletrónica https://embamex2.sre.gob.mx/portugal/index.php/seccion-cultural/educacion/becas-2017

As bolsas são unicamente para as áreas de conhecimento e instituições assinaladas na Convocatória 2017. http://www.gob.mx/amexcid/documentos/programas-academicos-ies-becas-de-excelencia?idiom=es


Lista de candidatos admitidos no programa de Bolsas de Excelência do Governo do México para Estrangeiros 2016

Lista de Candidatos

 

Formulário de Candidatura

As candidaturas deverão ser entregues no Camões, I.P. e deverão respeitar os seguintes requisitos

Requisitos

Não são consideradas candidaturas que não cumpram todos os requisitos estabelecidos na presente convocatória.

A postulación oficial (carta de postulação) é assegurada pelo Camões, I.P. aquando da entrega da candidatura.

Os resultados serão publicitados a partir do 22 de novembro, pela Embaixada do México em Portugal.
REPÚBLICA CHECA

O Governo da República Checa concede para o próximo ano letivo 2016/2017 2 bolsas para estudo nas escolas superiores públicas checas com a duração máxima total de 20 meses.

Os formulários de inscrição, condições da bolsa e algumas informações práticas podem ser acedidas pelos candidatos em: República Checa - bolsas anuais 2016/2017 

Critérios para atribuição das bolsas:

• ter nacionalidade portuguesa;

• ter proficiência na língua checa;

• não usufruto anterior de bolsas do(s) programa(s) a concurso;

• entrega dos documentos dentro do prazo de candidatura.

 

Bolsas Curso de Verão

O Governo da República Checa atribui 3 bolsas, com a duração de 1 mês, para a frequência dos cursos da Escola de Verão de Estudos Eslavos, a serem realizados no verão de 2016:

2 Bolsas destinam-se à Universidade Carolina de Praga

1 Bolsa destina-se à Universidade Masaryk em Brno

 

Documentação

Doc1  ; Doc2 ; Doc3 ; Doc4 ; Doc5

 

As candidaturas deverão ser entregues no Camões, I.P. até 23 de março de 2016.

Para outras informações, contactar: bolsas.lingua@camoes.mne.pt

 

Bolsas Curso de Verão

As candidaturas deverão ser entregues no Camões, I.P.  até 15 de março  de 2016

Para outras informações, contactar: vera.palma@camoes.mne.pt

 

 



Protocolo entre o Instituto Camões e a Comissão Fulbright

Protocolo entre o Instituto Camões e a Comissão Fulbright

Desde 1999 que, no âmbito de um Protocolo firmado com o Instituto Camões, se concedem bolsas de estudo, com a duração mínima de 3 meses e a máxima de 12, a professores universitários portugueses que, em universidades norte-americanas, procedem a investigações com o objectivo de difundir e promover a língua e a cultura portuguesas nos Estados Unidos. Registe-se que, neste país, existem excelentes Departamentos de Estudos Portugueses em várias universidades.

O Instituto Camões e a Comissão Fulbright concluíram da necessidade de dar maior relevância às relações culturais luso-americanas. Deste sentir, resultarão alterações substanciais com a assinatura de um novo Protocolo, com a introdução de um outro Programa de concessão de bolsas a estudantes americanos que se encontrem a desenvolver projectos de investigação, no âmbito da Língua e da Cultura Portuguesas. Também este novo Protocolo incluí novas áreas de actuação, que se afiguram de particular importância para o acompanhamento das novas tecnologias, ao serviço da divulgação da língua.

 

PROTOCOLO ENTRE O INSTITUTO CAMÕES E A COMISSÃO FULBRIGHT

Considerando que, de acordo com a Lei Orgânica, o Instituto Camões assegura a orientação, coordenação e execução da política cultural externa portuguesa, nomeadamente da difusão da língua portuguesa, em coordenação com outras instâncias competentes do Estado, incluindo-se nas suas atribuições o desenvolvimento de programas para a promoção e a difusão da língua e da cultura portuguesas no estrangeiro e a participação em actividades de organizações nacionais, estrangeiras ou internacionais, no quadro das suas atribuições,

Considerando que a Comissão Fulbright, tem por objectivo o estreitamento de relações culturais entre os Estados Unidos da América e Portugal através da promoção do intercâmbio educacional,

O Instituto Camões e a Comissão Fulbright acordam:

  1. O Instituto Camões, na pessoa da sua Presidente, Simonetta Luz Afonso, e a Comissão Fulbright, na pessoa do seu Presidente do Conselho Directivo, João Ecsodi, firmam o presente Protocolo, com o objectivo de promover um plano conjunto de atribuição de bolsas, no âmbito de dois programas, destinados a:

a) PROGRAMA A

Doutorandos e/ou Professores/Investigadores portugueses que pretendam desenvolver actividades académicas em Universidades norte-americanas, nas áreas de:

- Linguística 
- História 
- Sociologia 
- Literatura 
- Ciência Política 
- Relações Internacionais 
- Formação a distância

Estas áreas deverão estar circunscritas a temas de Língua e Cultura Portuguesas, sendo dada, igualmente, prioridade a projectos de especial relevância para as relações culturais luso-americanas.

As bolsas terão a duração mínima de 3 meses e a máxima de 12, sendo os quantitativos distribuídos na seguinte proporção:

USD $ 5,000 para estadias entre os 90 e os 120 dias; 
USD $ 6,500 para estadias entre os 121 e os 150 dias; 
USD $ 8,000 para estadias entre os 151 e os 180 dias; 
USD $ 10,000 para estadias a partir de 181 dias.

O concurso será divulgado a partir de Setembro de cada ano, estando as candidaturas abertas até durante o mês de Fevereiro do ano civil seguinte, decorrendo o processo de selecção durante o mês de Março. Os candidatos seleccionados efectuarão os seus projectos de investigação entre Setembro desse ano e Agosto de ano civil seguinte.

b) PROGRAMA B

Estudantes americanos que se encontrem a desenvolver projectos de investigação, no âmbito das áreas acima mencionadas, incluindo os inscritos em mestrados ou doutoramentos, em universidades portuguesas.

As bolsas terão a duração de 8 meses, com custo unitário de 10.000 €, composto por: Despesas de instalação, 1.000 €; Subsídio de Alojamento, 4.000 €; Bolsa, 4.000 € (500 € por mês); viagem de ida e volta, 1.000 €.

O concurso será divulgado a partir de Setembro de cada ano, estando as candidaturas abertas até 21 de Outubro, decorrendo o processo de selecção até ao fim do mês de Janeiro do ano civil seguinte. Os candidatos seleccionados efectuarão os seus projectos de investigação entre Setembro desse ano e Agosto de ano civil seguinte.

    1. O Instituto Camões e a Comissão Fulbright suportarão, em partes iguais, os encargos referentes ao pagamento das bolsas a conceder, em cada ano lectivo.
    2. A Comissão Fulbright responsabiliza-se pelo pagamento do seguro de saúde dos bolseiros e pelos custos administrativos inerentes ao processo.
    3. O Instituto Camões e a Comissão Fulbright integrarão uma comissão que terá a função de proceder à selecção dos candidatos, cujo processo constará de apreciação curricular, seguida de entrevista e da análise do programa a desenvolver nos Estados Unidos da América e em Portugal.
    4. O Instituto Camões e a Comissão Fulbright conferirão a maior visibilidade a este programa, nomeadamente através dos média.
    5. O presente Protocolo, válido por um período de cinco anos, entrará em vigor no dia da sua assinatura, podendo ser denunciado por qualquer das Partes, mediante aviso prévio, por escrito, recebido até 1 de Setembro do ano civil anterior ao dos concursos, data de início da divulgação dos mesmos.