Angola: Exposição “Faces (Caras não Caras)”, de Rita GT, no Centro Cultural Português em Luanda

Publicado em sexta, 11 abril 2014 18:14

A exposição “FACES (Caras não Caras)”, da artista plástica portuguesa RitaGT, vai ser inaugurada a 15 de abril de 2014, pelas 18h30, no Centro Cultural Português do Camões, IP em Luanda (Av. de Portugal, 50), onde ficará patente ao público até 29 de abril.

Rita GT é licenciada em Design e Comunicação pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, cidade onde nasceu. Fez o programa Erasmus na Bulgária, o curso Avançado em Artes Visuais na Maumaus – Escola de Artes Visuais em Lisboa e frequentou o Mestrado na Suécia. Atualmente, é coordenadora do projecto e.studio em Luanda, cujo Mestre é o consagrado artista plástico angolano António Ole.

A artista conta já com mais de uma dezena de exposições individuais e coletivas, apresentadas em Lisboa, Viana do Castelo, Porto e Luanda. Recentemente, foi curadora de exposições individuais de António Ole em Madrid e de VAN em Luanda.

Na exposição “FACES (Caras não Caras)”,Rita GT apresenta um vasto elenco de objetos que, preservando o respetivo valor autónomo, sugerem, no seu conjunto, diferentes formas, espaços, rostos e olhares.

Segundo Marco Buínhas, esses objetos, simultaneamente familiares e estranhos, tendem a fixar uma realidade quotidiana, instigando, na plenitude do seu conjunto, a dimensão vital do ato criativo: a intencionalidade e a abertura a uma ampla e diversificada interpretação.

Na realidade multifacetada apresentada por Rita GT, quase nada é o que aparenta ser. Para além do rosto, há geografias humanas, sedimentadas na justaposição de registos pessoais e anónimos.

Nesse anonimato, as faces também são máscaras, fruto de um imaginário estático. O resultado do elenco de objetos, como expressão da realidade da artista, está comprometido no tempo e com o tempo, com raízes na contemporaneidade.

Mais informação

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.