Moçambique: Apresentação de obras de Francisco Noa no CCP de Maputo

Publicado em segunda, 12 maio 2014 13:19

A obra “Perto do fragmento, a totalidade. Olhares sobre a literatura e o mundo” e uma nova edição de “A escrita infinita”, da autoria de Francisco Noa, vão ser lançadas no dia 13 de maio de 2014, pelas 18.00, no Centro Cultural Português (CCP) de Maputo.

Editados sob a chancela da Editorial Ndjira, os livros serão apresentados por Gilberto Matusse, num evento que conta com o apoio da mCel e do BCI.

Francisco Noa é doutorado em Literaturas Africanas de Língua Portuguesa pela Universidade Nova de Lisboa (2001) e Professor de Literatura Moçambicana, Literatura Geral e Comparada, Poética e Retórica na Universidade Eduardo Mondlane, desde 1992. É também investigador e diretor executivo do Centro de Estudos Sociais Aquino de Bragança (CESAB).

Ensaísta, com inúmeros artigos em publicações nacionais e estrangeiras, Francisco Noa é autor dos seguintes livros: “Literatura Moçambicana. Memória e Conflito” (Imprensa Universitária, 1997); “A Escrita Infinita – ensaios sobre literatura moçambicana” (Imprensa Universitária, 1998), “Império, Mito e Miopia. Moçambique Como Invenção Literária” (Caminho, 2002); e “A Letra, a Sombra e a Água” (Texto Editores, 2009).

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.