EUA: “O Cônsul de Bordéus” representa Portugal no Festival de Cinema Iberoamericano de Boston

Publicado em segunda, 29 setembro 2014 17:48

Portugal está mais uma vez representado no Festival de Cinema Iberoamericano de Boston, que se inicia a 6 de outubro de 2014, com o filme “Aristides de Sousa Mendes - O Cônsul de Bordéus” (2011), de João Correa e Francisco Manso, a exibir no próximo dia 16 na Boston University,College of Communication.

Este Festival, em 19ª edição, é uma mostra anual de filmes contemporâneos de países da América Latina e da Península Ibérica com representação consular em Boston. A festa que assinalará este ano a sua inauguração decorre no Photonics 206, 8 St. Mary's Street, Boston, MA.

Aristides de Sousa Mendes do Amaral e Abranches nasceu em Cabanas de Viriato, a 19 de julho de 1885, no seio de uma família aristocrática rural, católica e conservadora. Ocupou diversas delegações consulares portuguesas pelo mundo fora, entre elas Zanzibar, Brasil, Estados Unidos ou Guiana.

Cônsul de Portugal em Bordéus em 1940, ano da invasão da França pelas tropas nazis na sequência da Segunda Grande Guerra, Sousa Mendes desafiou as ordens expressas de Salazar, e concedeu mais de 30 mil vistos de entrada em Portugal a refugiados de todas as nacionalidades que pretendiam fugir de França.

Revelando uma coragem e determinação invulgares - e consciente do risco para sua vida e a da sua família -, recusou-se a entregar milhares de judeus a um destino certo nos campos de concentração nazis. Confrontado com os primeiros avisos de Lisboa, ele terá dito: "Se há que desobedecer, prefiro que seja a uma ordem dos homens do que a uma ordem de Deus". Aristides de Sousa Mendes faleceu na miséria, a 3 de abril de 1954, no hospital dos franciscanos em Lisboa.

“O Cônsul de Bordéus” revisita a extraordinária história do herói português que salvou mais de 30.000 vidas durante a Segunda Guerra Mundial e desvenda a consciência e coragem de um homem que ousou desafiar Salazar, inscrevendo o seu nome na história da humanidade.

O Festival é aberto ao público e gratuito. A projeção da película assinada pelos portugueses João Correa e Francisco Manso terá lugar na Boston University,College of Communication – 640 Commonwealth Ave – Boston – Room 101, às 19:00.

 

 

 

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.