Moçambique: AIDGLOBAL alarga rede de bibliotecas na província de Gaza

Publicado em segunda, 03 novembro 2014 10:27

Uma biblioteca vai ser inaugurada a 6 de novembro de 2014 na Escola Primária de 1º e 2º Graus 25 de Junho - Unidade 4, no distrito do Chibuto, província de Gaza (sul de Moçambique) por ação da AIDGLOBAL, no quadro do programa “Passaporte para a Leitura”. Esta iniciativa conta com o apoio do Camões, I.P.

A ação da AIDGLOBAL tem como objetivo «melhorar os níveis de literacia e de educação, essenciais a uma cidadania ativa, promotora de um mundo mais justo, igualitário e sustentável» e o programa “Passaporte para a Leitura” «baliza toda a atuação da organização, tanto ao nível da promoção da leitura como da literacia digital».

A inauguração da biblioteca, que a ONGD diz ir contar «com a presença de ilustres membros do governo de Moçambique», vem alargar a Rede de Bibliotecas Escolares do distrito do Chibuto.

Na cerimónia serão ainda entregues 10 Maletas da Leitura, depois de esse dia se ter iniciado com «a distribuição dos mais de 50 computadores a bibliotecas escolares e à Biblioteca Municipal do distrito do Chibuto», doados pela Fundação PT.

A nova biblioteca fica instalada numa sala na Escola Primária de 1º e 2º Graus 25 de Junho – Unidade 4 reabilitada pela AIDGLOBAL e foi apetrechada com mais de 1.200 livros, 3 computadores e mobiliário. Foi, também, facultada formação em gestão de bibliotecas e promoção da leitura a professores e técnicos bibliotecários.

a entrega de 10 Maletas da Leitura, no âmbito do projeto “Reforço da Rede de Bibliotecas Escolares do Distrito do Chibuto – Maletas da Leitura”, a 10 Escolas do Distrito do Chibuto que não dispõem de espaço físico para acolher uma biblioteca, assinala, também, o dia, indica a ONGD.

O projeto, acrescenta o comunicado, «surge como uma extensão de um outro, o “Mabuko Ya Hina”, uma iniciativa da Rede de Bibliotecas Escolares de Portugal (RBE) que, através do Ministério da Educação de Moçambique (MINED) e da Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM - CELP), faz chegar a escolas e às comunidades integradas uma Maleta de Leitura contendo cerca de 150 livros infantojuvenis».

A AIDGLOBAL indica ainda que o alargamento da Rede de Bibliotecas Escolares do Distrito do Chibuto resulta da coparticipação de diferentes atores em Portugal e Moçambique, destacando o Município do Chibuto, o Serviço Distrital de Educação, Juventude e Tecnologia do distrito do Chibuto, a Rede de Bibliotecas Escolares do Ministério da Educação de Portugal e os seus parceiros em Moçambique, a Escola Portuguesa de Moçambique - Centro de Ensino e Língua Portuguesa, o Camões – Instituto da Língua e da Cooperação, a Fundação Calouste Gulbenkian, a Leya, o Grupo Visabeira, os CTT – Correios de Portugal, a Fundação PT, entre outros, para além de portugueses que doaram livros para Moçambique.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.