Hungria: Português conquista alunos nas escolas do ensino secundário de Budapeste

Publicado em quarta, 19 novembro 2014 19:00

No ano letivo 2014/15, a língua portuguesa está a ser lecionada em três escolas do ensino secundário de  Budapeste, envolvendo sete professores para um universo aproximado de 75 alunos, destacando-se ainda a escola Tamási Áron, em que a oferta de Português como disciplina curricular permitiu a constituição de três turmas.

As restantes escolas da capital húngara são o liceu Tamási Áron, o liceu Károly Mihály (liceu bilingue húngaro-espanhol) e o liceu Kölcsey Ferenc.

Com vista à sua internacionalização nas diferentes valências no mundo atual, perspetiva-se a importância da integração da língua portuguesa nos sistemas do ensino básico e secundário dos países com os quais Portugal coopera e onde, a esse nível, não está ainda presente a rede Ensino Português no Estrangeiro (EPE)/Camões, I.P.

Na Hungria, o Camões, IP marca presença através de um Centro de Língua Portuguesa na Universidade Eötvös Loránd de Budapeste, onde existe um Departamento de Língua e Literatura Portuguesa.

O responsável pelo Centro, João Henriques, coordena e apoia o ensino da língua portuguesa em mais cinco Universidades daquele país, com as quais o Camões, IP coopera, através de protocolos para o apoio à docência. No presente semestre, cerca de 250 alunos do ensino superior estão inscritos em Estudos Portugueses na Hungria.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.