Itália: Língua portuguesa integrada como disciplina a lecionar nas escolas do país

Publicado em quinta, 20 novembro 2014 07:54

A língua portuguesa foi integrada nas tabelas ministeriais como disciplina que pode ser lecionada nas escolas italianas, decorrendo em duas universidades do país o processo de seleção destinado à frequência de um curso que deverá preparar duas dezenas de professores para o ensino de Português Língua Estrangeira em Itália.

Esta integração (código AF46), que contou com o particular empenho da professora Mariagrazia Russo, da Universidade de Tuscia, Viterbo, é fixada através do decreto: MIUR – Ministero dell’Istruzione dell’Università e della Ricerca - AOOUFGAB – Ufficio del Gabinetto REGISTRO DECRETI Prot. n. 0000312 – 16/05/2014 -REGISTRAZIONE.

Para a formação de professores nesta nova área, foram escolhidos dois polos, a Università Internazionale S. Pio V, de Roma(Centro-Sul, sob a orientação da professora M. Russo) e a Universidade Ca’ Foscari, de Veneza (para os professores do Norte).

O Ministério atribuiu 10 lugares em Roma e 10 em Veneza.  A prova de seleção nacional foi feita no mês de julho, com perguntas de escolha múltipla, que podem ser consultadas em https://tfa.cineca.it/compiti/2014/AF46.pdf). Ficaram aprovadas 13 pessoas em Roma e nove em Veneza.

Em ambas as Universidades decorrem atualmente os preparativos para as provas locais, de avaliação escrita e oral. Os selecionados frequentarão um curso com disciplinas específicas para o ensino escolar da língua portuguesa.

No ano letivo 2014-15, 20 professores poderão adquirir as habilitações necessárias para a integração nos quadros escolares. Posteriormente, será possível ao Ministério da Educação italiano proceder à abertura de disciplinas desta área nos vários institutos escolares, catalisando a disseminação da língua portuguesa em Itália e legitimando a sua importância como língua estrangeira no ensino italiano.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.