França: Filmes portugueses competem no Mercado da Curta Metragem de Clermont-Ferrand

Publicado em sexta, 30 janeiro 2015 17:33

As curtas-metragens “Fuligem” de David Doutel e Vasco Sá, “Blood Brothers” de Marco Espírito Santo e Miguel Coimbra, e “O Canto dos 4 Caminhos” de Nuno Amorim, vão integrar a competição do 37º Festival de Cinema de Clermont-Ferrand, que decorre de 30 de janeiro a 7 de fevereiro de 2015 em França.

Os três filmes fazem parte do catálogo da Agência da Curta-Metragem que estará, uma vez mais, presente no mercado do festival para promover as produções portuguesas, numa iniciativa apoiada pelo Camões, I.P.

Do total de 7733 filmes a concurso, 169 foram selecionados para integrarem a competição do Festival. Apenas duas curtas-metragens portuguesas, das 75 inscritas, estarão na competição principal daquele que é considerado o mais importante festival europeu dedicado ao formato.

A animação de David Doutel e Vasco Sá, estreada na última edição do Curtas Vila do Conde e vencedora do grande prémio Cinanima em 2014, está selecionada para a Competição Internacional do certame, enquanto o documentário experimental “Blood Brothers”, de Marco Espírito Santo e Miguel Coimbra, competirá no LABO. No programa, também competitivo, “Jeunes Publics”, dedicado à comunidade escolar, será ainda exibida a curta-metragem “O Canto dos 4 Caminhos” de Nuno Amorim.

As três obras integram o catálogo de filmes da Agência da Curta Metragem que, à semelhança dos anos anteriores, vai marcar presença no Mercado da Curta-Metragem que decorre durante o festival, nomeadamente através da instalação de um pavilhão promocional.

A mediatização do evento e a presença de cerca de 3500 profissionais do cinema de todo o mundo fazem deste certame um espaço privilegiado na divulgação do cinema português.

Também o programa Campus ocupará, este ano, um lugar de destaque no evento através da promoção dos três filmes que estão a ser realizados, no âmbito do projeto, por Sandro Aguilar, Manuel Mozos e Lois Patiño. As produções, de foco documental, integram na equipa técnica alunos de cinema e audiovisual e terão estreia em julho na 23ª edição do Curtas Vila do Conde - Festival Internacional de Cinema.

O programa Campus, a decorrer até maio, é uma formação avançada de cinema em que realizadores com comprovada experiência trabalham com equipas de estudantes. O projeto é cofinanciado pelo QREN, no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte.

Além do Camões, IP, apoiam a presença da Agência em Clermont-Ferrand a Secretaria de Estado da Cultura, o Instituto do Cinema e Audiovisual, a Embaixada de Portugal em Paris, a Câmara Municipal de Vila do Conde e a Niepoort.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.