Brasil: Manoel de Oliveira em destaque no 8º Festival de Filmes Curtíssimos

Publicado em quinta, 04 junho 2015 13:38

A cidade de Brasília acolhe, nos próximos dias 10 a 13 de junho de 2015, a 8 ª edição do Festival Internacional de Filmes Curtíssimos, uma iniciativa que ocorre em mais de 100 cidades espalhadas pelos cinco continentes.

O primeiro dia do festival em Brasília, dia 10 de junho, será dedicado a Portugal, com o apoio da Embaixada de Portugal e do Centro Cultural Português (CCP) – Brasília / Camões I.P., através da mostra “Tão perto, tão longe”, composta por curtas-metragens de cineastas portugueses, entre elas duas do mestre Manoel de Oliveira.

O público presente no dia de Portugal, terá a oportunidade de ver as obras de Manoel de Oliveira Douro - Faina Fluvial, sobre os trabalhadores ribeirinhos da cidade do Porto, realizado em 1931, e A Caça, filme de 1961, passado numa pequena aldeia do interior de Portugal.

Para além destas obras do mestre, o programa da mostra portuguesa “Tão perto, tão longe” leva ainda a exibição mais três filmes curtíssimos portugueses, nomeadamente: Redenção (2013), de Miguel Gomes, as animações Fuligem (2014), de David Doutel e Vasco Sá, e Amélia e Duarte (2015), de Alice Eça Guimarães e Mónica Santos, cuja sessão será sua avant-premiére mundial.

A exibição dos filmes portugueses será seguida de um debate sobre a trajetória do cineasta Manoel de Oliveira, moderado pelo crítico e professor de cinema Ciro I. Marcondes.

Todas as sessões do festival são de entrada gratuita e serão exibidas no tradicional Cine Brasília.

Participam no festival, filmes de diversas nacionalidades (França, Alemanha, Espanha, Singapura, Coreia do Norte, Estados Unidos, Holanda, Malásia) e de todos os gêneros. A única obrigatoriedade é não ultrapassar três minutos (fora o título e os créditos).

O festival é uma realização da Tábata Films com o apoio da Embaixada de Portugal, Centro Cultural Português/Camões, I.P. em Brasília, Fibra – Federação das Indústrias do Distrito Federal, Embaixada da França, Institut Français, Cinemateca Francesa e a Secretaria de Cultura do Distrito Federal.

Mais informações: www.filmescurtissimos.com.br

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.