Chile: Pela objetiva de João Vilhena capital chilena acolhe exposição sobre a relação de Saramago e Lanzarote

Publicado em quarta, 17 junho 2015 16:52

No próximo dia 23 de junho de 2015, pelas 19h30, a embaixada de Portugal e o leitorado do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. no Chile, inauguram uma exposição fotográfica de João Francisco Vilhena dedicada a José Saramago, intitulada “Lanzarote, a janela de José Saramago”.

Patente até dia 25 de julho no Centro Cultural de Espanha, que colabora na organização, a exposição fotográfica aborda a relação do Nobel da Literatura português, falecido a 18 de junho de 2010, e a ilha que escolheu para viver.

A cerimónia de inauguração contará com a presença do fotógrafo, do Embaixador de Portugal no Chile, Luís Lorvão, e da diretora do Centro Cultural de Espanha, Maria Eugénia Menendez.

A exposição é composta por dois níveis de intervenção. O primeiro é composto por imagens a cores representando a abertura do escritor ao mundo, uma interpretação de Lanzarote como um novo momento emocional na vida de Saramago. O segundo espaço é criado a partir de fotografias do escritor a sépia e a preto e branco.

O espaço estará dividido em dois ambientes (terra e céu) no qual se abrirá um caminho aos visitantes, representando uma rota dos lugares preferidos de Saramago em Lanzarote. A exposição completa-se com pequenos fragmentos de textos escritos pelo autor português sobre este lugar.

No dia anterior à inauguração, João Vilhena fará uma apresentação deste seu trabalho na Faculdade de Humanidades da Universidade de Santiago do Chile (USACH) aos alunos da licenciatura em tradução com menção em Português.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.