Brasil: Autoras portuguesas presentes na 13ª edição da FLIP 2015 do Rio de Janeiro

Publicado em quinta, 18 junho 2015 12:33

Decorre no Rio de Janeiro, entre os dias 1 e 5 de julho de 2015, a FLIP - Festa Literária Internacional de Paraty que, com o apoio da Embaixada de Portugal no Brasil e do Camões, I.P., contará com a participação das autoras portuguesas Matilde Campilho e Alexandra Lucas Coelho.

A Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) é um dos principais festivais literários do mundo, caracterizado pela qualidade dos autores convidados. Durante cinco dias, realizam-se cerca de 200 eventos, que incluem debates, exposições, oficinas, exibições de filmes, apresentações de escolas, entre outros, distribuídos em Flip Programação Principal, FlipMais, FlipZona e Flipinha.

A programação principal conta com 39 autores, 16 deles internacionais, sendo que a edição deste ano homenageia o escritor brasileiro Mário de Andrade. Todos os eventos contam com tradução simultânea, sendo também transmitidos, ao vivo, pela internet e através de ecrãs gigantes instalados em Paraty.

A programação completa e mais informações podem ser encontradas no site oficial da FLIP www.flip.org.br

Sobre as autoras portuguesas:

Alexandra Lucas Coelho

Alexandra Lucas Coelho nasceu em Lisboa em 1967. Trabalhou no jornal PÚBLICO, onde integrou a equipa Grandes Repórteres e escreve atualmente uma crónica ao domingo. Viveu em Jerusalém, cobriu o Oriente Médio e a Ásia Central e foi correspondente deste diário português no Rio de Janeiro. É autora de cinco livros de reportagem-crónica-viagem: “Oriente Próximo”, “Caderno Afegão - um diário de viagem” (Tinta Negra), “Viva México” (Tinta da China Brasil), “Tahrir- Os Dias da Revolução no Egito” (Língua Geral) e “Vai, Brasil”. Publicou dois romances: “E a Noite Roda” (Tinta da China Brasil) que recebeu o Grande Prémio de Romance e Novela da APE 2012 e “O Meu Amante de Domingo”.

Matilde Campilho

Matilde Campilho nasceu em Lisboa em 1982. Estudou Línguas e Literaturas Modernas e trabalhou como copy em canais de televisão em Lisboa, Madrid e no Brasil. Em 2010 visita o Rio de Janeiro por 15 dias tendo acabado por ficar três anos. Escreveu para os catálogos da artista plástica Gabriela Machado, publicou poemas nos jornais “A Folha de S. Paulo” e “O Globo” e em algumas revistas Online. “Jóquei” é o seu primeiro livro de poemas lançado no Brasil no passado dia 15 de abril.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.