Itália: Criado grupo de professores de Língua Portuguesa para as escolas públicas

Publicado em terça, 28 julho 2015 10:17

No dia 24 de julho de 2015 formou-se pela primeira vez em Itália um grupo de professores destinados ao ensino do português como língua estrangeira nas escolas públicas. O sistema ministerial italiano resolveu este ano introduzir a classe de habilitação AF46, Lingua e civiltà portoghesi,no programa da formação de docentes escolares.

Depois de uma seleção nacional, foram escolhidos 18 docentes. Para os cursos de formação, o Ministério escolheu a Università degli Studi Internazionali de Roma (UNINT) para 13 professores e a  Università Ca' Foscari de Veneza (UNIVE) para os restantes cinco.  A Professora Mariagrazia Russo da Università degli Studi della Tuscia de Viterbo, responsável pela Cátedra Pedro Hispano, que agilizou junto do Ministério a criação do estatuto da Língua Portuguesa como língua escolar, foi também a docente orientadora e responsável do grupo maior.

 As provas finais correram de forma brilhante com as congratulações por parte do júri, que tinha membros do Gabinete Escolar Regional, e da equipa dirigente da UNINT. Agora estes 18 docentes formados, em Roma e em Veneza, cultivam a esperança de que os Dirigentes escolares queiram apostar no ensino da língua portuguesa que na fase dos estágios dos professores teve muito êxito.

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.