São Tomé e Príncipe: Exposição fotográfica e documental “Sobreviver no mar dos tornados – 38 dias à deriva numa piroga”

Publicado em quarta, 29 julho 2015 14:52

Teve lugar no Centro Cultural Português/ Camões I.P., em São Tomé, no dia 28 de julho de 2015, pelas 18:00, a inauguração da exposição fotográfica e documental do jornalista português Jorge Trabulo Marques.

A exposição Sobreviver no mar dos tornados – 38 dias à deriva numa piroga apresenta um conjunto de fotografias, artigos e excertos do diário de bordo do jornalista, descrevendo as suas aventuras marítimas e de escalada ao Pico Cão Grande. O espólio em causa será doado, posteriormente, ao Museu Nacional de São Tomé e Príncipe.

Jorge Trabulo Marques, nascido a 20 de janeiro de 1945, viveu vários anos em São Tomé, entre 1963 e 1975. Estagiou na Roça Uba-Budo, da Companhia Agrícola Ultramarina, a que se seguiram os primeiros passos no jornalismo. Fascinado pelo mar, ambicionava fazer a ligação marítima entre São Tomé e Príncipe e o Brasil em piroga, tendo sido, no entanto, desviado do seu propósito original e permanecido 38 dias à deriva. Aportou finalmente na ilha Fernando Pó, Guiné Equatorial, a 27 de novembro de 1975.

Cartaz TrabuloMarques

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.