Angola: 4 autores de 4 países, um livro e uma língua em comum

Publicado em quarta, 05 agosto 2015 16:25

No âmbito de uma parceria entre o Centro Cultural Português em Luanda/Camões, I.P. e a Mayamba Editora, será lançada neste centro cultural, no dia 18 de agosto de 2015, pelas 18H30, a obra de dramaturgia “Quotidiamo – Esta não é uma história de amor” da autoria de José Mena Abrantes (Angola), Rui Zink (Portugal), Abraão Vicente (Cabo Verde) e Ivam Cabral (Brasil).

O livro “Quotidiamo”, escrito por quatro autores de quatro países diferentes de expressão portuguesa, é um diálogo entre um casal, cuja relação se vai deteriorando devido à pressão de um contexto adverso de crise económica, mas também devido ao desgaste que a rotina do quotidiano provoca numa vida a dois.

É um jogo entre a palavra quotidiano e a palavra amor.

Uma história contada em (des) continuidade por cada um dos quatro autores. Cada escritor construiu a sua parte da história a partir do ponto em que cada um dos outros a deixou.

Apesar de escrita em estilos diferentes, a história aborda uma situação universal, onde todos se revêm

Sobre os autores

José Mena Abrantes

Jornalista, dramaturgo, poeta, escritor, encenador, dirige o Grupo “Elinga Teatro”, do qual foi fundador, há mais de 25 anos. Assessor para os assuntos da Cultura e da Ciência. Tem várias obras publicadas, de poesia prosa e 18 peças teatrais.

Rui Zink

É um nome de referência da literatura atual portuguesa. É doutorado em Literaturas e professor na Universidade Nova de Lisboa. Entre as diversas obras publicadas, incluem-se os romances “Hotel Lusitano” e “Dádiva Divina”.

Abrãao Vicente

É artista plástico, cronista e escritor. Autor do livro de crónicas “Trampolim”. Colabora em jornais em Cabo Verde e Portugal. É deputado da Assembleia Nacional de Cabo Verde.

Ivam Cabral

É ator e dramaturgo. Foi cofundador do grupo de teatro “Os Sátyros”. Recebeu vários prémios do teatro brasileiro. É diretor da SP Escola de Teatro. Escreve para teatro, cinema e televisão.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.