Uruguai: “Plano Condor” revisitado pela perspetiva de João Pina

Publicado em segunda, 17 agosto 2015 16:30

A mostra fotográfica de João Pina “Sombra del Cóndor” será inaugurada no próximo dia 31 de agosto de 2015, pelas 19h30, no Centro de Fotografia de Montevideo, numa iniciativa que conta com o apoio do Camões, I.P., das Embaixadas de Portugal e da Argentina em Montevideu e do Comité da Cruz Vermelha Internacional.

A mostra é constituída por 110 fotografias que propõem um cruzamento de olhares por um dos períodos mais negros das ditaduras militares de 70 da América Latina - o Plano Condor - estratégia militar que uniu seis ditaduras – Chile, Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia – para eliminar os opositores e que resultou na morte de mais de 60 mil pessoas.

Este trabalho resulta de uma investigação de mais de 10 anos, que deu origem também à publicação do livro "Condor", e é uma homenagem às vítimas daqueles sistemas ditatoriais e de um dos episódios mais negros da história da Humanidade

No dia seguinte, 28 de agosto de 2015, pelas 19h00, realizar-se-á o lançamento do livro "Condor" seguido de um debate com o fotógrafo, o curado Diógenes Moura, presos políticos e o professor Álvaro Rico, encarregue dos trabalhos de investigação sobre os desaparecidos.

Ainda como atividade paralela, João Pina conduzirá um workshop intitulado “Historias olvidadas. De la fotografia documental hasta la idea de la exposición/libro” que terá lugar no Centro de Fotografia de Montevideu, a 28 e 29 de agosto, entre as 10h00 e as 18h00.

A exposição ficará patente até 11 de outubro.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.