Moçambique: Estudante da Escola Secundária de Malhazine vence Prémio Eloquência Camões 2015

Publicado em segunda, 31 agosto 2015 16:33

Ivone Amélia Donaldo Manave, estudante da 11ª classe da Escola Secundária de Malhazine, foi a grande vencedora do Prémio Eloquência Camões 2015. Com o trabalho “Igualdade de Género”, Ivone Manave defendeu a igualdade de oportunidades para as mulheres, num texto bem estruturado e apresentado oralmente com a convicção e o empenho de quem está a defender uma causa justa.

Em 2º e 3º lugar ficaram Ercília Mondlane e Marlina Guenha das Escolas Secundárias de Laulane e Polana, respetivamente.

A Grande Final do Prémio Eloquência Camões deste ano foi muito disputada, revelando alunos com boa capacidade para defender as suas opiniões e argumentos em público.

Chegaram a esta fase final 14 participantes de sete escolas secundárias, designadamente as escolas secundárias Bonifácio Gruveta Massamba, Josina Machel, Laulane, Lhanguene, Malhanzine, Polana e Quisse Mavota

Os vencedores ganharam um conjunto de livros de literatura portuguesa, moçambicana e banda desenhada, bem como um pequeno prémio pecuniário para aquisição de material escolar.

Todos os participantes receberam também um convite para assistir à peça teatral “As Mãos dos Pretos”, que está em cena no Teatro Avenida. Por seu turno, as escolas finalistas e os professores de Português envolvidos receberam bibliografia nas áreas da didática da língua e da literatura com vista a contribuir para o apetrechamento das bibliotecas das escolas públicas concorrentes ao Prémio.

O Prémio Eloquência Camões é promovido pelo Centro Cultural Português em Maputo e tem o apoio da Faculdade de Ciências da Linguagem, Comunicação e Artes da Universidade Pedagógica.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.