Espanha: Música contemporânea volta a ecoar em Cáceres

Publicado em quinta, 17 setembro 2015 14:44

Com o apoio do Centro de Língua Portuguesa em Cáceres/Camões IP, David Maranha e Helena Espvall apresentam “Sobras Incendiadas” no concerto inaugural do XVII Ciclo de Música Contemporânea que decorre até 18 de setembro de 2015, no Museu Vostell Malpartida, em Malpartida de Cáceres.

Na sua 17ª edição, este festival marca já a agenda cultural da Estremadura, reunindo um leque de artistas internacionais, atraindo um público fiel e conhecedor das contemporâneas tendências musicais.  

No disco conjunto “Sombras Incendiadas”, que irá abrir o ciclo a 11 de setembro de 2015, os músicos David Maranha, em órgão elétrico e violino amplificado, e Helena Espvall no violoncelo amplificado, criam delicados harmónicos por detrás de uma barreira de som, através de texturas cruas e composições minimalistas, produzindo um disco monolítico e hipnótico que parecem fazer parar no tempo.

Sobre os músicos:

David Maranha nasceu na Figueira da Foz em 1969. O seu trabalho inclui escultura, música e arquitetura. Em 1986 começou a trabalhar como músico, tanto a solo como em diversas formações; desde então editou mais de 30 discos.

Helena Espvall (música de nacionalidade sueca e estado-unidense residente em Lisboa) destaca-se pela sua participação ativa nas cenas do folkpsicadélico e a música de improvisação livre. Os seus principais instrumentos são o violoncelo, a viola e a voz.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.