Suazilândia: Memorando abre portas à introdução da Língua Portuguesa

Publicado em segunda, 23 novembro 2015 12:55

Numa cerimónia que teve lugar no dia 16 de novembro de 2015, foi assinado um Memorando de Entendimento (MdE) entre a Universidade da Suazilândia (UNISWA) e a Embaixada de Portugal em Maputo para a introdução da Língua Portuguesa e a criação de um master em Estudos Portugueses naquela instituição de ensino superior.

O objetivo do acordo assinado é a formação de professores de Língua Portuguesa para o ensino básico e secundário, estando ainda previsto a possibilidade de combinação da Língua Portuguesa com Relações Internacionais, Economia, Gestão e Línguas e Literaturas Modernas.

Os leitores do Camões, I.P. em Maputo, Conceição Siopa e José António Marques, irão desenvolver diligências junto da diretora da faculdade letras e da diretora do ensino a distância da UNISWA, tendo em vista a trabalharem com a equipa Suazi na preparação do currículo de Estudos Portugueses.

O MdE foi assinado pelo Embaixador de Portugal em Maputo, José Augusto Duarte, e o Vice-Chancellor da UNISWA, Cisco Magagula, numa cerimónia que contou a presença de chefes de departamento e vários responsáveis de diferentes áreas académicas daquela universidade, da conselheira cultural da embaixada e dos dois leitores do Camões, I.P. em Maputo.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.