Guiné-Bissau: Quinzena Dedicada aos Direitos Humanos

Publicado em segunda, 30 novembro 2015 17:00

De 1 a 14 de dezembro de 2015, a Casa dos Direitos e as organizações da sociedade civil associadas promovem a Quinzena dos Direitos, com atividades em torno dos direitos humanos na Guiné-Bissau. Conferências, exposições, feira do livro, música, cinema, teatro e sessões para os mais novos constituirão pretexto para falar sobre direitos humanos. As diversas sessões ao longo das duas semanas são organizadas em parceria com os projetos de direitos humanos Observatório dos Direitos, Ora di Diritu e Vozes de Nós, levados a cabo pelas organizações parceiras e financiadores. O Camões, I.P. apoia esta iniciativa.

A primeira semana é dedicada aos Direitos das Crianças, com a realização do encontro internacional Vozes de Nós – Crianças em Situação de Vulnerabilidade nos Países da CPLP. Trata-se do produto de mais de cinco anos de trabalho conjunto entre diversas organizações que se dedicam à promoção dos direitos das crianças nos oito países de língua portuguesa.

A Feira do livro será inaugurada no dia 4, às 16h30 e apresenta as edições produzidas pela UCCLA e que assinalam os 50 anos do fecho da Casa dos Estudantes do Império, em Lisboa, que foi espaço de resistência anti-colonial, nomeadamente através da cultura.

No sábado, dia 5 de dezembro, serão apresentadas as histórias dos “mais velhos e dos mais novos em Bissau Velho”, reunidas num catálogo e retratadas em duas exposições. Uma exposição, no salão da Casa resulta de ateliers de fotografia e escrita de histórias de vida de quem vive ou trabalha em Bissau Velho, participados por membros de OCS e apoiados pela Fundação Gulbenkian e pela Embaixada de Portugal. A outra exposição apresenta fotografias em tela gigante afixadas em edifícios de Bissau Velho. A sessão terá início às 17 horas, na Casa dos Direitos.

As comemorações do Dia Internacional dos Direitos Humanos, que se celebra a 10 de dezembro, integram também a Quinzena dos Direitos, com a entrega do Prémio “Jornalismo e Direitos Humanos”, aos melhores trabalhos realizados por jornalistas guineenses sobre direitos humanos ao longo de 2015. Este prémio é uma iniciativa no quadro do projeto do Observatório dos Direitos, financiado pela União Europeia e pela Cooperação Portuguesa. A cerimónia terá lugar pelas 12h30, no Hotel Azalai, no âmbito de iniciativa da União Europeia para assinalar este dia.

Radio Jovem associa-se a este evento, com programas especiais e reportagens das iniciativas da Quinzena, reforçando assim o alcance desta iniciativa.

Programa

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.