Brasil: “Gisberta” apresenta-se em Brasília e Belo Horizonte

Publicado em quarta, 02 março 2016 12:48

O SESC / Serviço Social do Comércio apresenta, em Brasília, nos dias 11, 12 e 13 de março de 2016 e em Belo Horizonte, nos dias 18, 19 e 20, "Gisberta", espetáculo teatral com texto de Eduardo Gaspar, baseado numa história real que trata da reflexão sobre a identidade de género. O projeto da produtora portuguesa “Fadas e Elfos” leva pela primeira vez aos palcos brasileiros, a atriz portuguesa Fernanda Neves.

A peça “Gisberta” estreou em outubro de 2013 em Portugal, na cidade do Funchal, tendo sido posteriormente apresentada noutras cidades portuguesas, nomeadamente, Porto, Santarém, Lisboa, Faro, Ponta Delgada, Montijo e Figueira da Foz.

As apresentações têm o patrocínio do SESC de Brasília e de Belo Horizonte, da Embaixada de Portugal no Brasil, do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., do Governo de Brasília e de outras entidades locais.

O texto deste espetáculo, mesmo sendo em grande parte ficcional, tem como base a história real do assassinato da transexual Gisberta que, no ano de 2006, foi encontrada morta no fosso de um prédio em construção, na cidade do Porto, onde viveu os seus últimos dias. Brasileira, sem-abrigo e seropositiva, Gisberta foi vítima da violência de 14 rapazes (com idades entre os 12 e 16 anos) que viviam em regime de semi-internato numa instituição de acolhimento de menores. Após 3 dias de intermináveis agressões físicas, Gisberta foi atirada ao fosso onde acabou por sucumbir. O laudo da autópsia determinou morte em consequência de afogamento.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.