Cabo Verde: Inauguração da Cátedra Eugénio Tavares de Língua Portuguesa

Publicado em quarta, 11 maio 2016 18:44

A Presidente do Camões, I.P. participou no dia 10 de maio de 2016, na Cidade da Praia, na inauguração da Cátedra Eugénio Tavares de Língua Portuguesa, tutelada pela Universidade de Cabo Verde e pelo Camões − Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., que tem como objetivo principal a investigação sobre o ensino do português em contexto cabo-verdiano.

Criada em 2014 e a funcionar desde 2015, a cátedra terá um apoio financeiro do Camões, I.P. de 10 mil euros e contará com um leitor de português em permanência.

A Presidente do Camões-Instituto da Cooperação e da Língua afirmou que há vontade que o português seja a língua de conhecimento em Cabo Verde e sublinhou a necessidade de aprofundar a investigação e a formação de professores no país, tendo enfatizado que "uma cátedra onde se possa investigar sobre as questões do ensino da língua, em contexto cabo-verdiano, é da maior relevância e é uma questão de futuro".

A cátedra surgiu da necessidade de refletir sobre os estudos em língua portuguesa e definiu como principais linhas de investigação a descrição do português em Cabo Verde, o ensino como língua segunda, a literatura em língua portuguesa e os espaços físicos e sociais de leitura em Cabo Verde e a língua portuguesa na comunicação social, empresarial e institucional.

Para além de prestar serviços de assessoria e consultoria, a Cátedra tem por missão desenvolver a investigação, a reflexão crítica na área dos estudos sobre o português e aprovar, coordenar e apoiar projetos de investigação em linguística, literatura, didática, cultura da língua e domínios afins como a comunicação nela expressa. Propõe, ainda, dinamizar a formação de professores de português ao nível do ensino básico e do secundário e apoiar projetos de licenciatura, mestrado ou doutoramento, promovendo também a cooperação com outras instituições de investigação, nacionais e estrangeiras, nos campos específicos de estudo.

A inauguração decorreu no quadro das celebrações do Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP, que se assinalou a 5 de maio. A proposta da cocriação desta cátedra surgiu no quadro de um protocolo assinado no dia 17 de dezembro de 2014, aquando da realização da III Cimeira luso-cabo-verdiana, ocorrida em Lisboa.

 

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.