Manuel Alegre vence o XXI Grande Prémio de Literatura dst

Publicado em sexta, 27 maio 2016 17:52

 

Manuel Alegre venceu, por unanimidade, no dia 27 de maio de 2016, o XXI Grande Prémio de Literatura dst no valor de 15 mil euros, com a obra Bairro Ocidental, publicada pela Dom Quixote. O Grande Prémio de Literatura dst tem um funcionamento rotativo premiando num ano uma obra de prosa e, no seguinte, uma obra de poesia.

A edição de 2016 registou um recorde de participações e em anteriores edições distinguiu escritores como Luísa Costa Gomes, Mário de Carvalho, Nuno Júdice, Jacinto Lucas Pires, entre outros.

Para além de Bairro Ocidental, foram finalistas os seguintes livros: O Tempo é Renda, de Isabel Mendes Ferreira; Mirleos, de João Miguel Fernandes Jorge; A Misericórdia dos Mercados, de Luís Filipe Castro Mendes e O Vidro, de Luís Quintais.

O júri, constituído por Vítor Aguiar Silva, Carlos Mendes de Sousa e José Manuel Mendes classificou Manuel Alegre como “um dos mais celebrados poetas portugueses contemporâneos” e escolheu esta obra porque nela encontrou “o reerguer de uma voz de protesto e de indignação, um retrato inconformado da Pátria e das ditaduras que nos governam, designadamente a dos mercados, com evidentes pontos de contacto com Praça da Canção, um dos livros mais celebrados de autor".

Bairro Ocidental dá a Manuel Alegre este prémio literário, pouco tempo depois de lhe terem sido atribuídos o Grande Prémio Vida Literária da Associação Portuguesa de Escritores (APE) e o Prémio Consagração de Carreira da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA).

O Prémio dst será entregue ao poeta no dia 1 de julho, em Braga, no decorrer de mais uma edição da Feira do Livro daquela cidade.

Com Lusa e Público

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.