Angola: Lançamento da Antologia “CAL & GRAFIA”, de José Luís Mendonça

Publicado em sexta, 25 novembro 2016 16:39

O Camões-Centro Cultural Português em Luanda fará no dia 2 de dezembro de 2016, às 18h30,o lançamento da antologia de poesia “CAL & GRAFIA”, de José Luís Mendonça. A obra será apresentada por Ângela Pereira.

Segundo o autor, desde “Chuva Novembrina” (1981) ao mais recente poemário “Esse País Chamado Corpo de Mulher” (2011), a presente Antologia oferece uma visão de conjunto que permite anotar as possibilidades de evolução da arte do poema, através de um rigoroso processo seletivo que privilegiou a qualidade e a inovação temático-formal. Este livro dos meus livros inclui, assim, os poemas que considero definitivamente concluídos.

Esta segunda edição da Antologia “CAL & GRAFIA” é agora atualizada em extensão, pois a pena do autor celebra já trinta anos de poesia publicada. Excluem-se dela as recensões críticas que nada acrescentam à primeira edição, porquanto a Poesia se basta a si própria.”

José Luís Mendonça nasceu em Angola, em Novembro de 1955, na Comuna da Mussuemba, Município do Golungo Alto.

Licenciado em Direito pela Universidade Católica de Angola, é jornalista e poeta. Atualmente está ligado profissionalmente às Edições Novembro, E.P., onde exerce ao cargo de Diretor e Editor-Chefe do Jornal Cultura, quinzenário angolano de Artes & Letras.

Autor de várias obras de poesia, de contos e de um romance, fez a sua aparição no mundo das letras angolanas com Chuva Novembrina, obra à qual foi atribuído em 1981 o Prémio Sagrada Esperança pela INALD – Instituto Nacional do Livro e do Disco.

Em 2005, o Ministério da Cultura atribuiu-lhe o Prémio Angola Trinta Anos, na disciplina de Literatura, no âmbito das comemorações do 30º Aniversário da Independência Nacional, pela sua obra poética Um Voo de Borboleta no Mecanismo Inerte do Tempo. No mesmo ano, foi contemplado com o Prémio Notícias Gerais da Lusofonia no Concurso CNN MultiChoice Jornalista Africano.

Em 2015, foi vencedor do Prémio Nacional de Cultura e Artes na categoria de Literatura, pela singularidade do seu estilo e valor cultural das temáticas tratadas.

 O amor é o guia da sua produção literária, em torno do qual percorre outros temas, designadamente as relações entre povos e o poder político. O conjunto da sua obra literária aborda as dimensões, política e ideológica, bem como as interações que a história recente de Angola levanta. Estão também presentes as tradições populares, o maravilhoso e a preservação do ambiente.

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.