“Príncipes do Nada” em Horário Nobre na RTP 1, em janeiro

Publicado em segunda, 19 dezembro 2016 17:47

Estreia a 05 de janeiro de 2017, às 21h00, na RTP 1, a quarta série do programa “Príncipes do Nada” com uma nova temporada de 10 episódios, onde, numa linguagem mais documental, se apresentam histórias de terreno, com incidência nos projetos mais emblemáticos da cooperação portuguesa. Este projeto resulta de uma parceria com o Camões-Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. assinada a 29 de agosto de 2016.

“Príncipes do Nada” é um programa de televisão criado há 10 anos pela vontade partilhada entre Catarina Furtado, enquanto Embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), e a RTP. Produzido pela Até ao Fim do Mundo, coautora do formato, este programa é dedicado ao trabalho na área do desenvolvimento nos países em vias de desenvolvimento e em Portugal.

Nesta quarta série o objetivo é ir mais longe no compromisso de dar voz aos que trabalham diariamente pela melhoria do mundo, nas mais diversas áreas - da saúde à proteção da biodiversidade, da educação à agricultura sustentável, ao respeito pelos Direitos Humanos e pela Igualdade de Género. Visa assim uma abordagem mais abrangente, incluindo temas da agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que devem ser implementados por todos os países do Mundo até 2030.

Entre 2006 e 2012, a RTP emitiu em horário nobre três séries de Príncipes do Nada. Foram acompanhados mais de 80 projetos em vários países, entre eles: Moçambique, Sudão do Sul, Índia, Haiti, Moçambique, Guiné-Bissau, Cabo Verde, Indonésia, Timor-Leste e São Tomé e Príncipe. Em todos os destinos, encontraram portugueses empenhados na melhoria das condições de vida dos mais carenciados.

Estiveram em foco projetos desenvolvidos pelas Nações Unidas, por Organizações Não-Governamentais e por voluntários. Todos comprometidos com a causa do desenvolvimento humano, que abrange temas tão sensíveis como a fome, a pobreza extrema, a educação, a saúde, a igualdade de género, o empoderamento das mulheres, a prostituição, os direitos das crianças, as crises humanitárias e a exploração de recursos naturais. Em cada episódio, Catarina Furtado e a sua equipa reportaram situações limite e exemplos de mudança.

Veja aqui a partir do minuto 8'00 do programa "Sociedade Recreativa" da RTP1 a intervenção de Catarina Furtado sobre esta 4.º série dos "Príncipes do Nada". 

Vídeo da série "Príncipes do Nada" 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.