Brasil: Assinatura de Protocolo de Cooperação para a Recuperação do Museu da Língua Portuguesa - O Camões, I.P. Contribui com Conteúdos

Publicado em segunda, 12 junho 2017 12:35

Foi assinado no dia 11 de junho de 2017, no Consulado Geral de Portugal em São Paulo, um protocolo de cooperação tripartida para a recuperação do Museu da Língua Portuguesa entre o Governo da República Portuguesa, o Governo do Estado de São Paulo e a Fundação Roberto Marinho.

O protocolo foi assinado pelo Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, pelo Secretário de Cultura do governo do estado de São Paulo, José Luiz Penna, e pelo Secretário Geral da Fundação Roberto Marinho, Hugo Barreto.

A cerimónia contou com a presença do Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, do Primeiro-Ministro de Portugal, António Costa, e do Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

O Primeiro-Ministro manifestou total disponibilidade por parte do Estado Português para a reconstrução do Museu da Língua Portuguesa em São Paulo e destacou o contributo já dado por empresas nacionais como a EDP.

“Temos empresas que estão a patrocinar a recuperação do museu, desde logo a EDP. O Estado Português, pela sua parte, através do Instituto Camões, vai contribuir com conteúdos”, disse António Costa.

José Luís Carneiro, secretário de Estado das Comunidades, que assinou o acordo em nome do Estado português, sublinhou que "Vamos ultrapassar uma tristeza muito profunda quando um incêndio destruiu o museu. Reitero aqui o compromisso do Instituto Camões com este projeto, no qual a dimensão digital vai ser fundamental".

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou que o Museu da Língua Portuguesa, parcialmente destruído por um incêndio no final de 2015, deverá reabrir ao público, no máximo, no início de 2019.

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.