Guiné-Bissau: Projeto Cultura i nô Balur - Formação artística de artesãos

Publicado em quinta, 12 outubro 2017 17:37

O "Projeto Cultura i nô Balur", apoiado pela União Europeia, Misereor e Camões, I.P. e implementado pela FEC – Fundação Fé e Cooperação, iniciou em outubro a formação artística para 16 artesãos guineenses.

A formação prevê 3 fases de formação, entre 2017 e 2020: 144 horas de formação em sala e 30 meses de tutoria e de trabalho autónomo, com o objetivo de desenvolver competências em design, gestão e desenvolvimento de materiais e produtos.

Este projeto é desenvolvido  pela FEC com a Universidade Católica da Guiné-Bissau, o Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, a Afetos com Letras, a Associação de Escritores da Guiné-Bissau e a Ente Nazionale Giuseppini del Murialdo (ENGIM).

Esta rede de parceiros tem como objetivo contribuir para a promoção e valorização do património cultural guineense de um modo inclusivo e sustentável, favorecendo ao mesmo tempo o acesso da população a bens e serviços culturais.

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.