Reunião anual de avaliação do Cluster da Cooperação Portuguesa na Ilha de Moçambique

Publicado em quinta, 23 novembro 2017 09:54

A reunião anual de avaliação do projecto Cluster da Cooperação Portuguesa na Ilha de Moçambique decorreu nos dias 20 e 21 de novembro de 2017, na cidade da Ilha de Moçambique.

 

Esta reunião contou com a presença da Diretora de Serviços de Cooperação do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. (CICL), Sandra Magalhães,  e de elementos da equipa de cooperação da Embaixada de Portugal em Maputo. Participaram no encontro a grande maioria dos parceiros do projeto, incluindo os  representantes dos Ministérios dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, do Género, Criança e Ação Social, da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-profissional e do Turismo e Cultura. Estiveram igualmente presentes os representantes das Direções Provinciais e Serviços Distritais diretamente envolvidos no projeto, o Presidente do Conselho Municipal e diversos vereadores, o Gabinete de Conservação da Ilha de Moçambique, a Universidade Lúrio, bem como a Fundação Portugal-África e a ONGD Helpo. A sessão de encerramento contou com a presença do Administrador do Distrito, Luciano Augusto.

Nestes dois dias de reuniões procedeu-se à análise e debate das atividades realizadas, constrangimentos existentes, bem como se perspetivaram as atividades para o próximo ano. Os parceiros foram unânimes em concluir que o balanço é claramente positivo, mas que ainda existem inúmeros desafios pela frente. Foi também discutido o aprofundamento das sinergias entre as diferentes componentes do projeto.

O programa incluiu igualmente visitas a instituições que beneficiam de apoio financeiro do projeto, como seja o Instituto Médio Politécnico da Ilha de Moçambique (EMPIM), a Escola Comunitária Filipe Samuel Magaia, a recém-inaugurada Biblioteca Municipal e o futuro Posto de Informação Turística. Os participantes puderam ainda assistir ao trabalho de campo da equipa de cadastro do Conselho Municipal, na sequência da formação recebida por estes técnicos municipais.

A 2.ª fase do projeto Cluster da Cooperação Portuguesa na Ilha de Moçambique (2015-2018) é financiada pelo CICL, e conta com quatro componentes:

1. Apoio Institucional e Desenvolvimento do Município da Ilha de Moçambique, com 5 eixos: Apoio aos Órgãos Municipais; Urbanismo; Salubridade Ambiental; Educação; e Promoção do Turismo;

2. Upgrade Educativo e Formativo da Escola Profissional da Ilha de Moçambique (agora EMPIM);

3. Promoção e desenvolvimento do ensino pré-escolar no distrito da Ilha de Moçambique;

4. Apoio Institucional ao Gabinete de Conservação da Ilha de Moçambique.

 

 

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.