Casa Agrícola de Suzana: O culminar de um caminho com as mulheres agricultoras na Guiné-Bissau

Publicado em terça, 17 julho 2018 19:05

No dia 12 de julho de 2018 foi inaugurada a Casa Agrícola de Suzana no setor de São Domingos na Região de Cacheu da Guiné-Bissau, no âmbito do projeto “Kópóti pa cudji nô futuro”, promovido pela ONGD VIDA – Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento Africano e financiado pelo Camões, I.P. e União Europeia.

A concretização desta Casa e a sua entrega à Associação UBOMAL (a associação de mulheres de Suzana) marca o culminar de um percurso de trabalho da ONGD com as mulheres agricultoras de Suzana e das aldeias vizinhas, ao longo do qual estas têm aprendido a diversificar as suas culturas e a produzi-las em maiores quantidades, aumentando os seus rendimentos e a segurança alimentar dos seus agregados familiares.

O projeto tem ainda ajudado a associação de mulheres a organizarem-se coletivamente para o escoamento e venda dos seus produtos hortícolas e a promover a aproximação entre as redes de investigação agrícola do país, respetivos técnicos, autoridades locais, empresas, agricultores e agricultoras, com vista ao fortalecimento do setor agrícola e economia da Guiné-Bissau e garantia de maior resiliência e qualidade de vida para as comunidades.

A Casa Agrícola de Suzana irá, agora, servir a comunidade de Suzana e toda a região de Cacheu.

 

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.