Colômbia: Ministro dos Negócios Estrangeiros deu uma conferência sobre Fernando Pessoa na Universidade de Los Andes em Bogotá

Publicado em sexta, 10 agosto 2018 13:12

No âmbito da sua deslocação à Colômbia para participar nas cerimónias de tomada de posse do novo Presidente colombiano, o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, proferiu ontem, na Sala do Conselho da Reitoria da Universidade Los Andes, uma conferência subordinada ao tema "Fernando Pessoa: pluralidade dos sujeitos".

A partir da análise de temas como a identidade, o patriotismo e nacionalismo na obra de Fernando Pessoa e dos seus heterónimos, Augusto Santos Silva traçou aquilo que, no seu entender, pode ser o papel de Portugal no mundo a partir das características que tornam os portugueses aptos para ajudar a encontrar um sentido para o mundo atual. Segundo o Ministro, "esse sentido só pode nascer da comunicação entre as várias ideias, valores, imagens, narrativas e projetos, que como sujeitos duplamente plurais, porque muitos e cada um internamente plural, geramos e exprimimos. Hão de ajudar distintivamente à comunicação aqueles cuja geo-história e cuja cultura fizeram comparativamente mais propensos (como descobridores, conquistadores, comerciantes, colonos, funcionários, cientistas e escritores, migrantes…) a travessia de grandes espaços globais. Creio que Portugal é um deles."

Augusto Santos Silva destacou também as relações entre Portugal e a Colômbia como uma "bela história do século XXI", referindo que, "vista do lado português, significou valorizar também no plano bilateral a pertença comum ao espaço ibero-americano; acrescentar à tradicional via lusófona para dialogar com a América Latina o espaço sub-regional da Aliança do Pacífico; incrementar relações económicas, com aumento do comércio e sobretudo do investimento; construir uma sólida relação político-diplomática; ser mediador na aproximação da Colômbia à OCDE e à União Europeia; apoiar ativamente o processo colombiano de paz e reconciliação e participar na missão de observadores internacionais que o monitoriza, assim como no fundo fiduciário que o acompanha, colaborando também nos projetos europeus de cooperação que ajudam ao estabelecimento de uma economia pós-conflito."

O MNE concluiu a sua intervenção de uma hora perante uma plateia de estudantes, professores e personalidades da sociedade civil colombiana afirmando que a Colômbia é hoje um dos principais parceiros de Portugal nas Américas e que esse facto é motivo de grande orgulho para o Governo português.

A conferência pode ser vista na íntegra em: https://www.facebook.com/148307452539683/videos/224175038286257/

 

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.