Angola: Mesa Redonda “Mapeando a Recente Performance Angolana”

Publicado em quarta, 05 setembro 2018 13:17

No dia 11 de setembro de 2018, às  18h30, o Camões – Centro Cultural Português em Luanda, em parceria com o Coletivo Pés Descalços,  vai organizar a Mesa Redonda “Mapeando a Recente Performance Angolana”, que terá como moderadora Susana Sousa, e como participantes, Thó Simões, Cabuenha Moniz, Renata Torres e Rose Mara Silva.

A Mesa Redonda decorre à margem da exposição  de pintura, instalação e performance do artista Thó Simões, denominada Congolândia - Multiversos em Desencanto,  que estará patente no Camões – CCP em Luanda de 6 de setembro a 4 de outubro de 2018.

A performance, enquanto expressão artística, é relativamente recente em Angola, na sua dimensão vanguardista, efémera e acessível, quaisquer que sejam os meios utilizados (ao vivo, ou com recurso a fotografia,  vídeo ou outros meios), tendo-se generalizado nos anos 70 do século XX.  Na Mesa Redonda “Mapeando a Recente Performance Angolana”, os artistas participantes darão o seu testemunho sobre práticas e conceções criativas no domínio da performance.  Questões como a generalização do recurso ao corpo humano para realizar a performance artística  ou questões ligadas aos constrangimentos com que esta expressão ainda se depara, serão alguns dos temas a abordar.

 

Sobre os participantes:

Susana Sousa nasceu em Luanda, em 1981. Doutoranda em Antropologia no ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa com a pesquisa: ‘Da nacionalização da arte em Angola. Contextos políticos da constituição da categoria de arte angolana’. Mestre em estudos culturais. Curadora e escritora independente. Exposições recentes: ‘Luuanda’, cocuradoria com Paula Nascimento (2017, Hangar, Lisboa) e ‘Imbanba ya Muhatu – Coisas de mulher’, com as artistas Keyezua e Wura Natacha-Ogunji (2016, no Centro Cultural Português em Luanda). Curadora correspondente da ‘Front’ - Trienal de arte de Cleveland 2018.

 

Thó Simões artista visual, explora vários meios na sua prática.

Júlio Janguinda Moniz (Cabuenha), capoeirista profissional, dá aulas de Capoeira e coordena os trabalhos da ABADÁ-Capoeira em diversas províncias, investigando e divulgando também manifestações culturais angolanas. Participou no videoclip ‘Amba’, de Paulo Flores e escreveu a letra da canção ‘Xikomba’ para a cantora Irina Vasconcelos, sendo estes apenas alguns dos trabalhos que tem realizado.

Renata Torres é atriz, encenadora, guionista  produtora, realizadora e performer. Formada em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Londrina, no Brasil, realizou o monólogo ‘Parto Rosa’ e dá vida à personagem do videoclipe do tema ‘Atrofiar’, do músico Cef.

Rose Mara Silva é mestranda em Psicomotricidade na Universidade de Évora e licenciada em Dança pela Faculdade de Artes da Universidade Estadual do Paraná UNESPAR-FAP. É formada pela Ècole des Sables-Centre de Danses Traditionelles et Contemporaines d’Afrique (Senegal). Dançou e atuou em diversos grupos de dança e teatro no Brasil. É uma artista de multilinguagens, com maior enfoque na dança.

 

 

 

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.