Nair Noronha é a artista vencedora da Residência Artística em Dança, na cidade da Praia, em Cabo Verde

Publicado em segunda, 15 outubro 2018 15:50

Nair Noronha é a artista vencedora da 2.ª edição do programa de Residência Artística em Dança, a realizar de 1 a 30 de novembro de 2018, na cidade da Praia, em Cabo Verde.

 

 

Criado ao abrigo do protocolo de cooperação celebrado entre a Câmara Municipal de Lisboa (CML) e o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. (Camões, I.P.), o programa destina-se a coreógrafos de nacionalidade portuguesa em início de carreira, com residência oficial na área territorial do concelho de Lisboa ou que aí se encontrem a viver, estudar e/ou trabalhar e que pretendam desenvolver um projeto de criação artística na área da dança, coerente com o seu percurso artístico e pertinente na proposta de relação com a cidade da Praia, em Cabo Verde. 

O júri constituído por João Fiadeiro (especialista na área da dança, convidado), Ana Rita Wever (CML) e Maria João Pinto Correia (Camões, I.P.) decidiu por unanimidade selecionar a candidata Nair Noronha, tendo em conta o seu percurso e formação, designadamente a sua experiência transversal e diversificada em projetos performativos, de interpretação, composição e criação coreográfica, destacando ainda a coerência da proposta de trabalho a desenvolver, com o título provisório “Trançar”, a qual considera cumprir com o perfil e objetivos definidos para a Residência Artística.

Nair Noronha (Maputo, 1990) é dançarina. Em 2011 graduou-se em Sociologia pelo Instituto Universitário de Lisboa. Trabalhou na área de cinema, revistas e festivais culturais em Portugal e no Brasil. Em 2012, em Moçambique, começou a interessar-se pelas expressões corporais e na performance como modo e objeto de investigação social. Em 2013 cria uma companhia de circo e teatro independente em Maputo, onde começa a aprender tecido acrobático, clown e a fazer vestuário. O seu percurso leva-a à Argentina e ao Uruguai. Este ano regressa a Portugal, depois de alguns anos fora. Participou num workshop orientado por Rui Catalão na Biblioteca de Marvila. Inscreveu-se para participar numa peça da Mala Voadora e numa oficina de dança butoh e está a organizar um fanzine com o tema migrações. 

Nair Noronha será a artista em residência na cidade da Praia, em Cabo Verde, entre 1 e 30 de novembro de 2018.

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.