Djamilson Pereira é o artista vencedor da Residência Artística em Dança, na cidade de Lisboa, em Portugal

Publicado em segunda, 15 outubro 2018 15:52

 Djamilson Pereira é o artista vencedor da 2.ª edição do programa de Residência Artística em Dança, a realizar de 1 a 30 de novembro de 2018, na cidade de Lisboa, em Portugal.

Criado ao abrigo do protocolo de cooperação celebrado entre a Câmara Municipal de Lisboa (CML) e o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. (Camões, I.P.), o programa destina-se a coreógrafo(a)s e/ou bailarino(a)s de nacionalidade cabo-verdiana em início de carreira, com residência oficial em Cabo Verde ou que se encontrem a viver, estudar e/ou trabalhar no país e que pretendam desenvolver um projeto de criação artística na área da dança, coerente com o seu percurso artístico e pertinente na proposta de relação com a cidade de Lisboa, em Portugal.

O júri constituído por João Fiadeiro (especialista na área da Dança, convidado), Ana Rita Wever (CML) e Maria João Pinto Correia (Camões, I.P.) decidiu por unanimidade selecionar a proposta de trabalho de Djamilson Pereira, considerando que no universo das candidaturas admitidas é a que melhor se enquadra na lógica do presente programa de Residência Artística. O júri valorizou o impacto e benefícios expectáveis que novos encontros e experiências proporcionados pela residência poderão refletir, de forma determinante, na atividade artística do candidato vencedor, bem como, a exequibilidade do projeto criativo e o seu interesse artístico, em função do currículo e do tempo do programa.

 

Djamilson Pereira (1978, Cabo Verde) é bailarino. É, também, professor de dança, desenhador retratista e ator. Tem formações várias de dança em Cabo Verde e na Escola Superior de Dança de Lisboa (Portugal). Bailarino da Companhia de Dança “Raiz di Polón” desde 2004, tem participado nos seguintes espetáculos da companhia: “Ruínas” (2005 – 2008; Cabo Verde, Níger, China, Portugal, Guiné Bissau, Senegal, Mauritânia, Mali, Gana, Burkina Faso e Holanda); “Petu” (2007 – 2008: Holanda) e “CvMatrix 25”: (2008: Holanda). Participou, como ator e bailarino, na peça “Profecia di Kriolo”, do Grupo de teatro “Fladu Fla”, apresentada na Praia e no Mindelo em 2007. Participou também como bailarino, na ópera “Criolo”, do coreógrafo António Tavares, apresentada no Centro Cultural de Belém, Lisboa, em 2009. É desenhador retratista com exposição apresentada no Palácio da Cultura em 2003. Participou, como bailarino, na estreia do filme documentário “Imigranti”, do realizador Guenny Pires, em Boston, Estados Unidos e como ator no filme documentário “Kontinuasom” e no vídeo instalação “Utopia” de César Schofield.

 

Djamilson Pereira será o artista em residência na cidade de Lisboa, em Portugal, entre 1 e 30 de novembro de 2018.

 

Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.