Projetos de aprendizagem com recurso a tecnologias de informação em livro eletrónico

Publicado em segunda, 13 fevereiro 2012 11:56

Um conjunto de projetos de aprendizagem com recurso a tecnologias de informação e comunicação (TIC), apresentados desde 2008 no âmbito das várias edições da oficina de formação a distância ‘Materiais Interativos para Português L2 na Web 2.0’ (MIPL2.0), foram recolhidos num livro eletrónico editado esta semana pelo Centro Virtual do Instituto Camões (CVC).

A obra, com o título Projetos de aprendizagem com a Web 2.0 e ISBN (International Standard Book Number), pode ser descarregada em formato PDF da Biblioteca Digital do Centro Virtual Camões.

A organização do livro de 166 páginas e a introdução é da responsabilidade de Adelina Moura, tutora do curso MIPL2.0, coordenado pelo responsável do CVC, Rui Vaz. Adelina Moura é doutora em Educação - Tecnologias Educativas pela Universidade do Minho e mestre em Educação - Supervisão Pedagógica do Ensino do Português.

Na introdução, Adelina Moura diz que a obra «resulta do contributo de um grupo de professores que entenderam partilhar com os demais ideias de integração de ferramentas Web 2.0 no processo de ensino e aprendizagem».

O livro «apresenta exemplos de experiências de aprendizagem e de boas práticas», pelo que, se trata, acrescenta Adelina Moura, de «uma publicação para consulta, com ideias e ferramentas que ajudam a inovar e a tornar o processo educativo mais atraente». O livro vem ainda «colmatar uma lacuna editorial no panorama educativo português».

No concreto, a obra compreende nos seus cinco capítulos «o suporte escrito dos projetos finais apresentados pelos professores participantes». De cada projeto apresentado «é feita a sua contextualização: grupo etário, disciplina, URL, ferramentas usadas, objetivos, descrição, desafios superados, recomendações, reações e resultados».

 

Nativos da era digital

No capítulo 1, são apresentados os dois projetos premiados no concurso Camões, Um Poeta Genial, uma iniciativa da Associação Casa‐Memória de Camões em Constância, apoiada pela Câmara Municipal de Constância, Plano Nacional de Leitura e Centro Ciência Viva de Constância, que se destinava a «premiar sítios/blogues concebidos e elaborados por alunos» de diferentes níveis educativos.

O 2º capítulo apresenta «um conjunto de projetos cujo público-alvo são os alunos do ensino básico, podendo também alargar‐se a outros grupos etários», o 3º descreve «projetos desenvolvidos com alunos do ensino secundário» e o 4º apresenta «três projetos realizados com alunos adultos e do ensino superior». O 5º e último capítulo faz uma reflexão sobre «o desenvolvimento da 5ª edição da oficina de formação MIPL2.0.

Na opinião de Adelina Moura, «com a ajuda das TIC, o professor tem à sua disposição muitas e distintas possibilidades de motivar os alunos para uma aprendizagem autónoma e ao longo da vida».

Sendo os alunos «nativos da era digital, para eles é normal utilizar todos os recursos que têm à sua disposição». Os alunos, sublinha, «não concebem um mundo sem telemóvel, Internet, recursos multimédia e por isso mesmo não compreendem como é que um professor se limita a expor os assuntos sem recorrer a eles». O professor não pode, assim, «distanciar‐se das gerações mais novas, para não ampliar a fratura digital professor/aluno».

No que diz respeito à utilização das TIC na escola, Adelina Moura distingue os docentes em quatro grupos: «os que não querem e não sabem, os que sabem e não querem, os que não sabem e querem e os que sabem e querem». A escola, diz, deve aproveitar os dois últimos grupos e «trabalhar com eles para produzir evidências para atrair outros».

Outra razão para o uso das TIC em contextos de aprendizagem é «a consciência de que a aprendizagem se constrói de forma colaborativa e está em constante evolução». Para Adelina Moura, quando o mundo se está a transformar a grande velocidade, «não parece adequado continuar a manter paradigmas rígidos face a mudanças tão constantes e aceleradas».

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.