Tailândia: Exposição interativa celebra cinco séculos de relações Tailândia-Portugal

Publicado em quarta, 07 março 2012 08:13

Foi recentemente inaugurada no "Museum Siam", em Banguecoque, a exposição interativa "Olá Sião - Cinco Séculos de Relações Tailândia-Portugal" que constitui uma narrativa da história das relações entre Portugal e o Sião contada na primeira pessoa por atores que encarnam oito personagens históricas.

A exposição divide-se em três núcleos temáticos (mar, comércio e armas), incluindo reproduções de instrumentos de navegação e de armas feitas com grande autenticidade. O cenário da sala principal joga com as imagens icónicas dos portugueses na Tailândia (igrejas portuguesas de Banguecoque, bandel de Ayutthaya, Embaixada), em estilização tipo banda desenhada.

É coberto o essencial da história de Portugal na Tailândia, segundo um guião cuidado em que cada personagem tem um papel a desenvolver. O Professor Predee Phispumvidhi, do Departamento História Universidade Burapha foi o consultor do projeto.

O percurso inicia-se com Afonso de Albuquerque que revela as razões e a inspiração para a lendária viagem, com detalhes de rotas, de portos e as experiências de navegação entre Lisboa e a Índia, e de como os portugueses se relacionaram com as populações locais, aprendendo muito sobre as culturas locais; segue-se Fernão Mendes Pinto que relata a sua jornada da Índia até Malaca e Ayutthaya e conta as suas aventuras no Sião; logo depois, um Padre quinhentista apresenta o bandel de Ayutthaya e as três igrejas de Banguecoque; uma outra personagem é Francis Chit, o célebre fotógrafo de Banguecoque de origem portuguesa, que faz o retrato do bairro português de Kudi Chin (Santa Cruz) e da comunidade tailandesa; Maria Guiomar de Pina tem aqui o seu lugar enquanto responsável pela introdução no século XVII dos Foi Thong - fios de ovos - na cozinha tailandesa; Domingos de Seixas, o comandante das forças portuguesas em Ayutthaya que apoiaram o Sião na altura da guerra contra birmaneses é uma figura respeitada; uma portuguesa Thai que apresenta a vida de um luso-descendente contemporâneo; e finalmente "Cristiano Ronaldo" que invoca o Portugal atual e as suas atrações turísticas, incluindo alguns marcos arquitetónicos.

Como texto de suporte foi editada uma pequena brochura bilingue (tailandês e inglês) profusamente ilustrada e com boa qualidade gráfica.

A exposição estará patente até 29 de Abril de 2012.

Detalhes fotográficos disponíveis na página do Facebook: http://www.facebook.com/500Years.PortugalThailand

 

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.