França: Conferência sobre livro de Pedro Rosa Mendes

Publicado em sexta, 09 março 2012 11:57

Pedro Rosa Mendes é o convidado de uma sessão dedicada à sua mais recente obra – «Peregrinação de Enmanuel Jhesus» –, que lhe valeu o Prémio PEN Clube Romance. O evento decorrerá na Fundação Calouste Gulbenkian – Delegação em França, no dia 13 de março, às 18h00, numa organização conjunta entre a Residência André de Gouveia, o Instituto Camões e a Fundação Calouste Gulbenkian.

A sessão, intitulada «Peregrinação: metadados. Lusofonias do mundo malaio entre História e ficção», será apresentada por Pierre Léglise Costa, tradutor francês da obra de Pedro Rosa Mendes para as Edições Métailié.

A partir da Peregrinação de Enmanuel Jhesus, Pedro Rosa Mendes irá desvendar os bastidores desta densa ficção. Um percurso através das lusofonias perdidas no arquipélago malaio, declinando a História iluminada por biografias… imaginárias.

Pedro Rosa Mendes é escritor e jornalista, distinguido com vários prémios de reportagem. Estreou-se como escritor em «O Melhor Café», do fotógrafo Alfredo Cunha (1996). Três anos depois publicou o seu primeiro livro, «Baía dos Tigres», que recebeu o Prémio Pen Clube de Romance e o Prémio Fernão Mendes Pinto da Câmara Municipal de Cascais e está traduzido em mais de vinte países. A crítica alemã colocou-o na lista dos melhores romances traduzidos em 2001. Em 2002, saiu o álbum de reportagens Ilhas de Fogo, em coautoria com o ilustrador Alain Corbel. É ainda coautor de Topografias da Vinha e do Vinho (2002). Publicou vários contos, ensaios e reportagens em revistas como «Egoísta», «Ícon» e «Tabacaria» (Lisboa), «Grand Street» (Nova Iorque),«Lettre International» (Berlim), «El País Semanal» (Madrid) e «Terra Negra» (Bruxelas). Em 2011 publicou Peregrinação de Enmanuel Jhesus, obra que recebeu igualmente o Prémio Pen Clube de Romance. Reside atualmente em Paris.




Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.