Arquiteto português conquista prémio FAD 2012

Publicado em terça, 15 maio 2012 11:17

O arquiteto português Pedro Gadanho – atualmente curador de Arquitetura Contemporânea no Departamento de Arquitetura e Design do MOMA – foi um dos vencedores do prémio FAD 2012, na categoria de Pensamento e Crítica, com o livro “Arquitetura em Público”, publicado no ano passado pela Dafne, sobre a atenção mediática à arquitetura. O prémio FAD é um dos mais importantes galardões de arquitetura a nível ibérico.

O Instituto Camões apoiou a Associação que atribui anualmente o Prémio de Arquitetura e Design, no âmbito do Plano de Atividades do Consulado Geral de Portugal em Barcelona 2012.

Ver mais: http://www.publico.pt/Cultura/pedro-gadanho-vence-premio-fad-de-pensamento-e-critica-1545990


Pedro Gadanho nasceu na Covilhã, em 1968. Formou-se pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto. É mestre em Arte e Arquitetura pelo Kent Institut of Arts and Design em Inglaterra e tem dividido a sua atividade entre a docência e a profissão de arquiteto, mas também a de curador, crítico, investigador e editor. Neste domínio, é responsável pela série Beyond, Short-Stories on the Post-Contemporary, em Amesterdão, e pelo blogue ShrapnelContemporary. Para além disso, colabora com regularidade em diversas publicações internacionais e publicou o livro Arquitectura em Público (Dafne), que fixa a sua tese de doutoramento na FAUP, um estudo sobre 15 anos de atenção mediática sobre a arquitetura nas páginas do jornal Público e em outros meios de comunicação.

Ver mais: http://galeriaportuguesa.blogspot.pt/2012/02/pedro-gadanho.html




Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.