Polónia: Universitários representam a ‘Farsa de Inês Pereira’ em Varsóvia

Publicado em quarta, 30 maio 2012 08:36

A ‘Farsa de Inês Pereira’, de Gil Vicente, é o novo espetáculo da companhia Os Pisca-Pisca, o grupo de teatro dos alunos de língua portuguesa da secção de Estudos Portugueses e Brasileiros do Instituto de Estudos Ibéricos da Universidade de Varsóvia, animado pelo leitor do Instituto Camões José Carlos Costa Dias.

Os Pisca-Pisca, criados em 1997, regressam a 1 de junho, na sala de teatro do Centrum Łowicka, em Varsóvia, com um texto do fundador do teatro português e a «uma das suas farsas mais divertidas sobre amor, sedução, casamento, asnos e cavalos», diz a companhia.

«Como muitas das peças de Gil Vicente, mesmo com 500 anos em cima, o texto continua a ser cativante e um prazer de representar».

A companhia tem sido presença habitual no festival de teatro dos leitorados de língua portuguesa do Instituto Camões promovido a cada dois anos.

O grupo Pisca-Pisca, criado pela leitora Fátima Fernandes, foi «um projeto pioneiro e é agora uma componente sólida e uma das áreas mais valorizadas do currículo académico da licenciatura e dos mestrados em Estudos Portugueses», sublinhou no ano passado durante o festival dos leitorados José Carlos Costa Dias. Junta estudantes e professores que «querem aprender a falar, a rir, a cantar e a apaixonar-se em português». Mais de uma centena de pessoas passou pelo grupo, que representou 13 peças de autores de língua portuguesa.

A trupe conta com estudantes pertencentes na sua maioria à licenciatura e ao mestrado em Estudos Portugueses, embora também haja alunos de outros cursos. «A única condição para participar é querer falar português», explicou o docente, sublinhando o «grande poder de atração» do grupo.

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.