Coreia do Sul: Exposição de projetos de Eduardo Souto de Moura em Seul

Publicado em sexta, 23 novembro 2012 17:45

A exposição ‘Eduardo Souto de Moura – Concursos: 1979-2010’ estará patente em Seul, de 26 de novembro a 7 de dezembro, na Universidade Yonsei, numa iniciativa organizada conjuntamente por aquela universidade, a Embaixada de Portugal em Seul e o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.

A exposição, no Atrium Hall do Departamento de Engenharia da Universidade Yonsei, cobre 52 projetos que o arquiteto português, vencedor do Prémio Pritzker em 2011, submeteu a concursos ao longo da sua carreira, de 1979 a 2010.

Mais do que uma exposição sobre o ‘produto final’ da arquitetura, a escolha dos materiais exibidos (os esquiços iniciais do arquiteto e materiais de apoio no desenvolvimento dos projetos, a par de fotografias e maquetes) dá visibilidade ao habitualmente invisível método de trabalho por detrás da tangibilidade da arquitetura.

Esta será uma oportunidade privilegiada para o púbilco sul-coreano tomar contacto com o trabalho de um arquiteto de quem o júri do Prémio Pritzker disse ter produzido «um corpo de trabalho que é do nosso tempo mas que também traz ecos de tradições arquitetónicas. Os seus edifícios têm uma capacidade única de transmitir a um tempo características aparentemente conflituosas – poder e modéstia, desafio e subtileza, firme autoridade pública e um sentimento de intimidade.»

A exposição patente em Seul foi curada por André Campos, arquiteto português que estará em Seul para uma palestra sobre o trabalho de Eduardo Souto de Moura, a 26 de novembro, na Universidade Yonsei.

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.