República Checa: Romance de Milton Hatoum apresentado em Praga

Publicado em sexta, 07 dezembro 2012 13:38

O romance ‘Dois Irmãos’, do escritor brasileiro Milton Hatoum, tem desde agora uma edição em língua checa, que foi quinta-feira, 6 de dezembro, apresentada ao público no Centro de Língua Portuguesa/Camões IP em Praga.

A obra, o segundo romance de Hatoum, publicada em 2000 no Brasil, narra uma história de ódio familiar entre dois irmãos gémeos numa família de origem libanesa que vive em Manaus, cidade do Amazonas em decadência, após uma época de grande dinamismo económico e cultural vivido no início do século XX.

Editada sob os auspícios da Embaixada do Brasil, a versão checa foi preparada por Lada Weissová, reputada tradutora que também tem trabalhado com as obras de Francisco José Viegas, Miguel Sousa Tavares ou José Saramago, entre outros autores, tendo a revisão linguística final do texto ficado a cargo de Kristyna Kuhnová, bolseira Fernão Mendes Pinto do Camões IP.

Dva Bratři, a designação checa do livro, deixa transparecer algumas «influências da ascendência libanesa deste escritor brasileiro que coloca as personagens em busca de uma certa identidade num país de migrantes, abordando o exílio em que o ser humano, numa aceção pós-modernista, se encontra permanentemente", como sublinhou a tradutora nas suas palavras de apresentação.

Nascido em Manaus em 1952, Milton Hatoum, que também é professor e tradutor, é considerado um dos grandes escritores vivos do Brasil, tendo escrito quatro romances: Relato de um Certo Oriente, Dois Irmãos, Cinzas do Norte e Órfãos do Eldorado. Milton Hatoum está editado em vários países, entre os quais Itália, Estados Unidos, França e Espanha.

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.