CAD da OCDE: Ministros prometem financiar desenvolvimento eficaz

Publicado em quinta, 20 dezembro 2012 15:03

Os ministros do Desenvolvimento dos países da OCDE e das economias emergentes reuniram-se em Londres, a 4 e 5 de dezembro, para a reunião de alto nível do Comité de Ajuda para o Desenvolvimento (CAD) da OCDE.

Apesar dos sucessos do desenvolvimento ao longo dos últimos 20 anos e do progresso de muitas economias emergentes, os ministros observaram que a desigualdade está a aumentar em todos os países e que 1,4 mil milhões de pessoas ainda vivem na pobreza absoluta.

Resumindo os resultados, o presidente do CAD, J. Brian Atwood, declarou: «Esta reunião de alto nível foi um reflexo da mudança do mundo da cooperação para o desenvolvimento: o trabalho em conjunto dos membros do DAC e dos países em desenvolvimento com a sociedade civil, o setor privado e outros parceiros; o forte apoio ao processo liderado pela ONU para determinar os objetivos do desenvolvimento; um financiamento inovador para o desenvolvimento numa época de orçamentos limitados.»

Os participantes renovaram o compromisso de trabalhar através da Parceria Global para o Desenvolvimento até 2015, data definida para atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio. Através desta parceria, os membros do CAD e os seus parceiros dos países em desenvolvimento, a sociedade civil e o setor privado vão concentrar-se nas metas pós-2015 com base na sustentabilidade, direitos humanos e qualidade de vida.

Nas suas discussões sobre o futuro da Ajuda Pública ao Desenvolvimento (APD), os ministros e as agências concordaram que ela deve ser direcionada para onde é mais necessária e pode melhor catalisar outros fluxos. Pediram ao CAD para trabalhar com o sistema das Nações Unidas, juntamente com o FMI e o Banco Mundial, sobre as propostas de novas medidas de total apoio público ao desenvolvimento, incluindo a definição do que constitui a APD.

O comunicado da Reunião de Alto Nível do CAD de 2012 [DAC High Level Meeting communiqué] descreve o conjunto das discussões e decisões.

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.