Holanda: Escritores portugueses nos Dias Internacionais da Literatura de Utreque

Publicado em quarta, 17 abril 2013 12:34

António Lobo Antunes, Gonçalo M. Tavares, Dulce Maria Cardoso, Ana Luísa Amaral, José Eduardo Agualusa e Tatiana Faia participam na 3ª edição do festival literário holandês City2Cities, que vai ter lugar de 20 a 28 de abril em Utreque.

O festival, também designado ‘Dias Internacionais da Literatura de Utreque’, pretende anualmente ligar esta cidade do centro oeste da Holanda a duas cidades literárias do mundo, como «representantes de um país, de uma cultura e de uma área linguística». Depois de Edimburgo e Estocolmo, em 2011, de Barcelona e Praga, em 2012, Berlim e Lisboa foram este ano as cidades escolhidas.

«Lisboa captura a imaginação» é uma das justificações dos organizadores para a escolha da capital portuguesa. Lisboa, dizem, é uma das cidades mais antigas da Europa e tem muito para oferecer no campo literário, com a ligação a «ícones cujos trabalhos são considerados clássicos da literatura mundial, como Luís de Camões, Fernando Pessoa e o vencedor do Prémio Nobel José Saramago».

Pessoa é com efeito um dos nomes da literatura portuguesa que estará em destaque no festival, com a publicação da edição holandesa da sua coletânea O Mendigo e Outros Contos (De bedelaar en andere verhalen), que reúne 12 textos da «vasta prosa ficcional que o autor nos deixou» no seu baú. Na sessão de lançamento, a 26 de abril, o holandês Michael Stoker, o diretor executivo do festival e um estudioso da obra de Pessoa que em 2009 apurou ter o escritor português tido 83 heterónimos, conversa com o tradutor holandês Harrie Lemmens sobre esta «notável nova publicação», na expressão dos organizadores do festival. A sessão contará também com a projeção de algumas passagens do filme Ophiussa – Uma cidade de Fernando Pessoa, estreada em novembro passado em Lisboa, que «percorrendo os textos que Fernando Pessoa deixou sobre Lisboa», propõe «um périplo cinematográfico pela cidade», «através da visão heteronímica do poeta».

Lemmens estará também numa outra sessão – com entradas pagas -, a 22 de abril, que reunirá António Lobo Antunes e o alemão Daniel Kehlmann e descrita como o encontro entre «um dos maiores escritores contemporâneos de Portugal e um dos escritores da Alemanha com maior sucesso». O tema será «o poder da imaginação, que é mesmo capaz de criar ou contestar mitos nacionais».

Já Gonçalo M. Tavares, Dulce Maria Cardoso, Ana Luísa Amaral e José Eduardo Agualusa têm participação prevista, juntamente com quatro escritores alemães, num dos eventos mais aguardados no encerramento da feira - a 28 de abril - uma «entrevista-maratona» dirigida pelo escritor e produtor televisivo holandês de origem marroquina Abdelkader Benali.

Haverá também, a 26 de abril, uma sessão com Ana Luísa Amaral, na Universidade de Utreque, dedicada ao tema A literatura e o mundo nas ‘Novas Cartas Portuguesas’. Ana Luísa Amaral, professora de Literatura e Cultura Inglesa e Americana na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, foi responsável pela organização da edição anotada de 2010 das Novas Cartas Portuguesas, publicadas originalmente em 1972 por Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa. A poesia de Ana Luísa Amaral foi alvo de uma edição antológica em 2011 na Holanda.

De registar ainda a participação da jovem poetisa Tatiana Faia na Sociedade dos Jovens Poetas, em parceria com o alemão Max Czollek e o holandês Maarten van der Graaff.. Encontraram-se em fevereiro em Utreque, durante a semana da tradução, para verterem os poemas uns dos outros com a ajuda de jovens tradutores e apresentam a 25 de abril o resultado, sendo depois entrevistados a propósito deste trabalho pela também jovem poetisa holandesa Ellen Deckwitz.

No âmbito do festival, a fotógrafa luso-holandesa Ana Carvalho expõe as suas imagens sobre Lisboa e Berlim Pintadas Com Luz.

O festival será antecedido a 17 de abril por uma sessão especial com a projeção do filme Comboio da Noite para Lisboa (2013), de Billie August, com base no romance homónimo de Pascal Mercier, e que tem como ator principal Jeremy Irons.

O encerramento do festival será marcado por um concerto de fado na Lutherse kerk, com Celeste Rodrigues e Nathalie Pires, apresentando ao público holandês a mais antiga e a mais jovem geração de fadistas.

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.