República Checa: Miguel Sousa Tavares no Festival de Escritores de Praga

Publicado em terça, 23 abril 2013 18:26

Miguel Sousa Tavares foi o escritor português convidado para participar no Festival de Escritores de Praga, um encontro que visa pôr em contacto escritores de referência mundial com o público e outros escritores, refletindo ao mesmo tempo sobre temas da atualidade.

A 23ª edição do Festival, que decorreu de 17 e 19 de abril, teve como tema O nascimento das nações, e entre outros, estiveram presentes nomes como o egípcio Sun'alláh Ibráhím, o argelino Yasmina Khadra, o checo Vladimir Korner, a norte-americana Mary Heimann e o turco Orhan Pamuk, prémio Nobel da Literatura de 2006.

No primeiro dia do Festival, Miguel Sousa Tavares participou num debate público com Sun'alláh Ibráhím e Yasmina Khadra, subordinado ao tema Revolução, no Teatro Nacional Checo.

Com uma assistência que rondou as 400 pessoas, os escritores teceram considerações sobre as formas de revolução a que assistimos atualmente, seja através das armas ou através da cultura e da educação, em vários pontos do mundo.

No seguimento das palavras introdutórias do Presidente do Festival, o poeta norte-americano Michael March, que se questionava sobre a forma como «nascem, morrem ou são mal utilizadas as nações» e sobre a forma como a literatura oferece propostas de «resistência, proteção e aproximação do mundo», o Projeto Europeu e a chamada Primavera Árabe mereceram também observações por parte dos escritores convidados que apresentaram as suas ideias sobre as questões mencionadas.

Já no dia 18, Miguel Sousa Tavares, a convite do Festival, teve oportunidade de interagir com o público realizando, na sala nobre do Senado da República Checa, leituras do livro Equador, o seu único título traduzido até à data neste país. Após as leituras, feitas simultaneamente em Português e nas respetivas versões em checo e em inglês, Miguel Sousa Tavares respondeu a perguntas dos leitores, lusitanistas e demais público num debate moderado pela tradutora Lada Weissová.

Durante a 23ª edição do Festival de Escritores de Praga foi também entregue o Prémio Spiros Vergos para a liberdade de expressão, este ano outorgado ao escritor Gunter Grass.

O Festival dos escritores de Praga é um dos mais prestigiados eventos literários da Europa, contando anualmente com a presença de vários escritores do mundo inteiro.

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.