Prémios Ibéricos FAD 2013 consagram arquiteto português Pedro Domingos

Publicado em sábado, 13 julho 2013 13:12

O projeto da Escola Básica e Secundária de Sever do Vouga, do português Pedro Domingos, venceu os Prémios Ibéricos de Arquitetura, Interiorismo, Cidade e Paisagem e Intervenções Efémeras (FAD 2013), na categoria “Arquitetura”, ex aequo com a obra Túmul/Dolmen Megalític de Seró, do catalão Toni Gironès.

Sobre o trabalho do arquiteto português, o júri afirmou: "uma imagem aparentemente inacabada e materiais simples escondem uma reflexão rica sobre o contexto, os valores do património rural e a relação entre o passado luxuoso e um presente agrícola".

Nesta 55ª edição dos Prémios FAD (Fomento de las Artes y del Diseño), seis obras de arquitetos portugueses fizeram parte da lista de 27 finalistas, que por sua vez foram selecionados a partir de um total de 401 candidatos de Portugal e de Espanha.

O júri do certame foi presidido pelo arquiteto catalão Dani Freixes e contou com a participação do arquiteto português Nuno Sampaio. Os Prémios Ibéricos de Arquitetura, Interiorismo, Cidade e Paisagem e Intervenções Efémeras, de prestígio internacional, têm o apoio do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.

O FAD constitui uma associação privada sem fins lucrativos, criada em Barcelona com o objetivo de promover o desenho e a arquitetura na vida cultural e económica do país, articulando-se com várias associações profissionais relacionadas com estas disciplinas.

A gala de entrega, realizada a 11 de julho de 2013 na presença de uma larga assistência e de forte presença da comunicação social, decorreu nas instalações do edifício HUB Barcelona, dedicado ao Design e que dentro em breve acolherá a nova sede do FAD.

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.