Estudante portuguesa finalista do concurso “Migrantes na Europa”, da Comissão Europeia

Publicado em quarta, 11 setembro 2013 16:40

Uma fotografia de uma jovem estudante portuguesa, Bárbara Lopes, integra a lista dos 27 melhores trabalhos selecionados para vencer o concurso “Migrantes na Europa”, lançado pela Comissão Europeia com o objetivo de promover uma reflexão sobre a situação e impacto dos migrantes nas sociedades Europeias.

O certame terá quatro vencedores, um em cada uma das três categorias em concurso – Poster, Fotografia e Vídeo – e um 4º na categoria Prémio Público Online. Nesse sentido, a Coordenação Nacional apela ao voto na única fotografia portuguesa finalista, intitulada "Lisboa Tolerante", da autoria de Bárbara Lopes, 21 anos, estudante da EPI (Escola Profissional de Imagem).

As votações decorrem até ao dia 9 de outubro de 2013. Segundo o regulamento, são aceites mais do que um voto por endereço electrónico, embora apenas um por semana. O voto faz-se em http://www.migrantsineurope.eu/finalists ou http://migrantsineurope.eu/en/contest/vote/1390.

Bárbara Lopes captou a sua imagem no Rossio lisboeta, um ponto de referência e de turismo da cidade, sendo também local de convívio entre pessoas de várias nacionalidades que escolheram Portugal como destino migratório. É um espaço emblemático dos movimentos migratórios - nas paredes podemos ler ‘’Lisboa tolerante’’ em várias línguas.

Às quatro instituições vencedoras será atribuído um prémio de 10 mil euros. Os jovens distinguidos em cada uma das categorias serão conhecidos na Cerimónia de Entrega dos Prémios, que se realiza a 14 de outubro próximo em Bruxelas, na presença da Comissária Europeia Cecilia Malmstrom.

A Comissão Europeia consagrou este concurso, lançado em janeiro de 2013, aos estudantes com mais de 18 anos de idade, alunos de instituições de ensino de Artes, Jornalismo, Audiovisual e Comunicação da União Europeia e da Croácia. Em qualquer das três categorias, pedia-se aos jovens autores que o seu trabalho descrevesse o papel dos migrantes oriundos de países não europeus nas sociedades europeias.

Dos 1.500 trabalhos concorrentes, foram apurados 27 finalistas. O Júri Europeu, Presidido pelo realizador Dagmawi Yimer, integrou a jornalista portuguesa Fernanda Freitas.

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.