Bélgica: Poeta José Tolentino Mendonça representa Portugal no Festival “Transpoésie”

Publicado em sexta, 27 setembro 2013 12:56

A poesia portuguesa faz-se representar por José Tolentino Mendonça no Festival “Transpoésie”, iniciativa no âmbito do Dia Europeu das Línguas que alcança mais de três milhões de pessoas através da afixação de poemas nas estações de metro e restantes transportes públicos da capital belga.

Na sua 3ª edição, a programação deste evento inclui, além dos autocolantes e dos cartazes, a distribuição de um caderno com os poemas na língua original e traduzidos em francês e holandês.

De 26 de setembro, Dia Europeu das Línguas, a 26 de outubro, o conjunto dos poemas estará exposto na Galeria Anspach (Boulevard Anspach 24 1000 Bruxelas). 

A escolha e a inclusão de um poema de José Tolentino Mendonça nesta mostra resultam de uma parceria entre a Embaixada de Portugal, o Camões - Instituto da Cooperação e Língua IP, a Livraria Orfeu e a EUNIC.

Poeta, sacerdote e professor, José Tolentino Mendonça nasceu em 1965, na Ilha da Madeira. Doutorado em Teologia Bíblica, em Roma, volta para Lisboa e nesta cidade, torna-se capelão e docente da cadeira de Teologia Bíblica na Universidade Católica.

Editou o seu primeiro livro de poesia Os Dias Contados em 1990 e, desde então, tem diversificado a sua obra como poeta, ensaísta e tradutor. Em 1997 traduziu Cântico dos Cânticos, em 1994 editou o ensaio As Estratégias do Desejo: Um Discurso Bíblico Sobre a Sexualidade, em 1997 Longe Não Sabia, e em 1998 A que Distância Deixaste o Coração, entre outros títulos.

Mais informação:

http://clpbruxelas.blogspot.be/2013/09/transpoesie.html

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.