Palestina: Portugal apoiou construção de Escola Feminina de Beit Furik

Publicado em segunda, 09 dezembro 2013 15:11

No contexto da Ajuda Pública ao Desenvolvimento (APD), Portugal apoiou a construção da Escola Feminina de Beit Furik, na região de Nablus (norte da Cisjordânia), que conta com 16 salas de aula totalmente equipadas e capacidade para 470 alunas.

Trata-se de um projeto orçado em um milhão de dólares (cerca de 740 mil euros), que se desenvolveu no quadro do Protocolo de Cooperação celebrado entre Portugal e a Autoridade Nacional Palestiniana. Uma primeira escola de ensino básico construída ao abrigo deste Protocolo foi inaugurada em 2010, em Qalqis, na região de Hebron.

A APD a favor da Palestina, realizada com verbas desbloqueadas em 2008 e 2009, teve por objetivo apoiar as infraestruturas no setor da educação no país, consistindo na construção de escolas para rapazes e raparigas do ensino básico e respetivo equipamento e material didáctico.

A Escola Feminina de Beit Furik foi inaugurada a 4 de novembro de 2013 na presença de Jorge Lobo Mesquita, Chefe de Missão da Representação de Portugal em Ramallah, Ali Zaidan Abu Zuhri, ministro palestiniano da Educação, e Jibreen al-Bakri, governador de Nablus, uma das principais cidades da Cisjordânia.

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.