Prémio Luso-Brasileiro de Dramaturgia António José da Silva 2013

Publicado em sábado, 04 janeiro 2014 18:31

O Prémio Luso-Brasileiro de Dramaturgia António José da Silva, nasce em 2006, através de um protocolo firmado entre o Instituto Camões e a Fundação Nacional de Artes do Ministério da Cultura do Brasil (FUNARTE).

Ao prémio podem concorrer cidadãos portugueses e brasileiros, com um ou mais textos originais, em língua portuguesa, não editados e não encenados.

Além de ser um incentivo para o surgimento de novos autores, o Prémio António José da Silva tem como objetivo impulsionar a escrita dramática em todos os géneros e reforçar as parcerias de desenvolvimento e cooperação cultural entre Portugal e o Brasil.

A obra premiada é editada nos dois países e o autor da obra vencedora recebe um prémio no valor de 15 mil euros.

 

Vencedores de anteriores edições:

2012 – Luís Miguel Patrício Campião (Portugal) - Nossa Senhora da Açoteia,

2011 – Luis Mário Lopes (Portugal) - Vizinhança,

2010 – Marco Catalão (Brasil) - Agro Negócio,

2009 – Abel Neves (Portugal) - Jardim Suspenso,

2008 – Fábio Mendes (Brasil) - The Cachorro Manco Show,

2007 – José Maria Vieira Mendes (Portugal) - A Minha Mulher.

 

Notícias

Prémio António José da Silva: Lista dos candidatos portugueses admitidos e adenda ao regulamento (Camões, IP - 27 de setembro de 2013)

 

 

Tópicos neste artigo:
Camões, I.P.
Usamos cookies no nosso site para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.